fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia

Ao Sul de Charles Bukowski

O escritor underground que acumula fãs, loucos para encontrar identificação no lado negro da vida


Bukowski

Poeta, contista, romancista. Henry Charles Bukowski Jr, Heinrich Karl Bukowski ou simplesmente Charles Bukowski nasceu na Alemanha, mas foi nos Estados Unidos da América que viveu intensamente a vida de escritor, ganhando notoriedade. Uma notoriedade um tanto underground, admitida hoje por pessoas de diferentes estilos.

Ele mostra o lado pútrido de Los Angeles, o lugar onde os sonhos acontecem. Quem o lê pode deslizar para dentro de hotéis baratos, sugar um pouco da violência dos cubículos de L.A. e conhecer trabalhos duros, talvez duros demais para alguém que tinha alma de escritor despretensioso.

Bukowski, como em “Ao Sul de Lugar Nenhum”, é o polo negativo, é o alcoólatra, o apostador, o efêmero e o viril. Um homem cuja sorte o abandonou há muito tempo, o deixando à mercê da morte em hospitais onde reinam médicos em busca de enfermeiras submissas.

De leitura fácil, os livros de Bukowski têm uma grande carga de dor e de indiferença. Neles, o caráter falho dos personagens grita e sangra em vertentes de literatura mundana e anti-heróica. O Velho Safado, como era conhecido, acumula fãs após a morte, que buscam nele uma identificação no lado negro da vida.

C.B.

Velho Safado

Buko

Mais uma de Buko


fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/literatura// @destaque, @obvious //fabita