fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia

As cores de Clementine

O significado poético da palheta de cores do personagem que deu vida ao Brilho Eterno


lindos.jpg

Em Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (2004), o personagem mais cativante é, sem dúvidas, Clementine Kruczynski, interpretado por Kate Winslet. A moça dos cabelos coloridos tem uma vitalidade invejável, que encanta o personagem interpretado por Jim Carrey, Joel Barish.

Verde, vermelho, laranja e azul: as cores de Clementine teriam alguma ligação com cada fase do personagem?

Analisando o significado das cores, verde é uma cor que acalma e que não se dirige para nenhuma direção. Alguns místicos acreditam que o verde facilita a comunicação com a natureza. O verde limão, por exemplo, mais vivo e amarelado, sugere uma força ativa e um aspecto ensolarado.

Já o vermelho é a cor da paixão e do sentimento, simbolizando o amor e o desejo. Cor essencialmente quente, o vermelho transborda vida e agitação.

O laranja é a cor da comunicação. Mistura entre o amarelo e o vermelho, também sugere movimento, espontaneidade, calor efetivo, equilíbrio, segurança e confiança. É tida como a cor das pessoas que crêem que tudo é possível.

O azul é a mais fria das cores frias. Cor da maturidade, é a única que tem o poder de desintegrar energias negativas. Quando sombrio, o azul transmite a sensação de infinito.

As cores usadas em filmes têm significados. Quem assistiu “O Bebê de Rosemary” (1968), de Roman Polanski, e não se impressionou com a quantidade de objetos amarelos no filme? O amarelo, usado em excesso, excita a ansiedade e aguça as preocupações, o que faz muito sentido em um filme de suspense.

Mas, voltando ao Brilho Eterno – que tem um nítido direcionamento mental –, o verde, usado por Clementine quando encontra Joel, neste contexto remete à receptividade. Era um momento em que ela estava aberta aos novos relacionamentos e interada com a natureza, já que estava em uma praia, contemplando o mar e o horizonte, em um dia ensolarado.

A fase em que ela usava vermelho simbolizava um momento de energia sexual, que ela usava para atrair o sexo oposto. Hora de mostrar a vitalidade, a força e o impulso, bem comuns nos inícios de namoro.

Já quando usou laranja, estava em uma fase de maior intimidade com Joel, quando a comunicação era a chave para o relacionamento.

O azul foi usado numa tentativa de encontrar o equilíbrio, quando o relacionamento atingiu um nível mais maduro. Porém, também foi um momento de frieza, de ruptura, de abandono de velhos padrões e de encarar o relacionamento sem o véu das ilusões.

Independente do significado, as cores e a energia de Clementine são os elementos que dão vida ao personagem Joel e à trama, encantando outros personagens, a exemplo de Patrick, vivido por Elijah Wood. Em um mundo cinza e sem graça, Clementine foi, certamente, o (único) suspiro de vida.

2438945502_f71713c3f7_z.jpg

30860.jpg

07.jpg

clementine1.jpg


fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 4/s/cinema// @destaque, @obvious //fabita