fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia

Dias de Elysium

George e Linda vivem em uma comunidade alternativa, em um filme cheio de boas energias


70505_f3.jpg

O filme começa com um pouco da realidade novaiorquina: a compra de uma kitnet ou mini flat em West Village. Os atores, consagrados em Friends, protagonizam esta verdadeira revelação de 2012: “Viajar é Preciso”. Jennifer Aniston e Paul Rudd mostram que ainda têm pique e são capazes de provocar as boas risadas dos tempos da famosa sitcom.

Depois da perda do emprego de George e das milhares de tentativas frustradas de Linda, que tenta descobrir desesperadamente a que veio, a dupla pega a estrada. Deste ponto em diante, tudo acontece.

O encontro inesperado com Elysium – um lugar mágico, uma espécie de comunidade alternativa –, muda todo o sentimento do casal, que acaba deixando de lado a vida enfadonha apresentada pelo irmão de George, um homem ambicioso e nervosinho que vive em Atlanta.

A primeira noite em Elysium abre as portas da percepção do casal, que encontra mais intimidade naquele ambiente. Mas, quando George e Linda resolvem morar em Elysium, percebem que a dose faz o veneno. O lugar não é assim tão perfeito como parece e o casal precisa se adaptar a uma vida bem diferente daquela vivida em Nova York, de cafés e tumultos. Comer placenta e praticar o amor livre são alguns dos detalhes desta nova realidade.

Se, no início, George é quem incentiva Linda em Elysium, em pouco tempo é Linda que se mostra interada ao lugar, tendo se tornado uma ativista. O filme segue em um clima leve e divertido, prendendo a atenção até o fim. O final, em termos gerais, traz uma união entre o casal. Linda finalmente se encontra e, com a ajuda de George, muda os rumos. A antes produtora de documentários agora tem um novo ofício, do qual George se intera.

Um dos maiores trunfos do filme é a energia que ele emana. Jennifer Aniston vive um universo até então inexplorado por ela, que mais uma vez mostra o motivo de ser uma das atrizes mais queridas de Hollywood.


fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @obvious //fabita