fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia

As bruxas da sétima arte

Diversas, controversas, soberanas. As bruxas do cinema são ótimas companhias para o Dia das Bruxas que se aproxima


Antes-e-Depois-Confira-como-estão-os-atores-do-filme-Abracadabra.jpg

Elas foram representadas por inúmeras vezes desde os tempos mais remotos do cinema. As bruxas, por vezes feias e más, em alguns momentos foram apresentadas mais como eu as imagino: belas filhas da natureza, inundadas de magia, sensualidade e doçura.

Quem não se lembra das duas irmãs de "Da Magia à Sedução" ou das notáveis bruxas de "As Brumas de Avalon"? Algumas vezes, ganharam o tempero da comédia, como em "Abracadabra", um daqueles filmes de Sessão da Tarde, que deixam um gostinho de infância no ar. As bruxas também ganharam algumas séries, como "Smallville", em um episódio no qual as três amigas, Lana, Chloe e Lois, se tornam encantadoras bruxas do lado negro.

As bruxas causam efeito até mesmo quando não aparecem, a exemplo de "A Bruxa de Blair", baseado na "lenda" da Bruxa dos Bell. Elas também recebem nomes diferentes, como feiticeiras, o que nos remete à outra obra da TV e do cinema: "A Feiticeira".

Até mesmo nos desenhos animados elas reinam soberanas, como é o caso da Bruxa Onilda, que saiu dos livros infantis e foi parar na televisão, e da Bruxa do Mar, dos quadrinhos que viraram o desenho do eterno Marinheiro Popeye. E como não falar da bruxa má de João e Maria? A devoradora de criancinhas dispensa comentários.

Existem as falsas bruxas, como na triste história da inquisição mostrada em "As Bruxas de Salém", as bruxas no auge da adolescência, como em "Jovens Bruxas", filme que mora na lembrança de muitas garotas da minha geração, ou "Sabrina, a Bruxa Adolescente". Há as bruxas adoradoras do demônio, como em "As Bruxas de Eastwick", as bruxas duas caras, como em "Convenção das Bruxas", e as que despertaram uma nova leva de admiradores, como aquelas de Harry Potter.

Para quem quiser uma noite especial de Halloween, uma boa dica é "Contos do Dia das Bruxas". Um filme que mescla humor e horror na dose certa. Para quem prefere os antiguinhos, como eu, "Elvira, a Rainha das Trevas" cai bem, principalmente com algumas guloseimas temáticas.

As opções são tantas como são tantas as bruxas que ganharam a eternidade na sétima arte. Cada uma cativante a seu modo, seja com gostosuras ou travessuras!

trickrtreat.jpg


fabita

Jornalista, amante de literatura, cinema e filosofia.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/cinema// @destaque, @obvious //fabita