ideias de guerrilha

Um arsenal de ideias contra a resistência do ócio

Eduardo Silva Ruano

Redator na Obvious, Whiplash e La Parola. Sempre buscando novas inspirações para transformar ideias em palavras

Feminismo: 20 Frases Inspiradoras de Mulheres Famosas e Influentes

Saiba o que 20 personalidades famosas pensam sobre o tema "feminismo".


21e.jpg

O feminismo é um movimento social e político nascido em meados do século XV, mas foi popularizado no meio do século XIX, e parte da reivindicação feminina por direitos e oportunidades iguais. Hoje em dia, as pessoas estão mais agressivas e intolerantes em relação à desvalorização da mulher, e também mais insurgentes em retaliação a homens que acreditam ser dominantes e superiores.

As mulheres, hoje, têm mais liberdade, influência, autonomia e poder do que em tempos passados, mas isso não chega nem perto da igualdade.

O feminismo é um dos vários tabus existentes na sociedade. Para combater essa realidade controversa, atos feministas são válidos e certamente necessários, já que essas manifestações surtem mais efeito do que abaixar a cabeça em submissão, ou apenas esperar inocentemente que alguma coisa seja feita. O machismo é uma forma de agir e pensar extremamente repugnante; um paradigma cultural absolutamente inconsequente. Sim, a voz do feminismo deve ser amplificada, mas não usada para fins de repressão e hostilidade.

Bem, com o objetivo de iluminar algumas crenças sombrias e irracionais sobre feminismo, e possibilitar uma melhor compreensão da feminilidade, eu apresento os comentários relevantes de 20 das mulheres mais famosas e influentes do mundo:

20. Emma Watson

Em discurso poderoso durante evento da ONU, em 2015, a atriz Emma Watson defendeu, entre várias causas, que o feminismo não deve ser uma luta apenas feminina, e que ser feminista não significa odiar os homens.

"Quanto mais eu falo de feminismo, mais entendo que lutar pelos direitos das mulheres se tornou, em muitos casos, sinônimo de odiar os homens. Se tenho certeza de uma coisa é que isso tem de acabar. Se homens não precisam ser agressivos para serem aceitos, mulheres não se sentirão obrigadas a serem submissas. Se homens não precisam controlar, mulheres não precisarão ser controladas. Homens e mulheres devem se sentir livres para serem sensíveis. Chegou a hora de vermos o gênero como um espectro no lugar de ideologias opostas."

19. Simone de Beauvoir

No livro Todos os Homens São Mortais, a filósofa e teórica francesa Simone de Beauvoir afirma:

"No dia que for possível à mulher amar-se em sua força e não em sua fraqueza; não para fugir de si mesma, mas para se encontrar; não para se renunciar, mas para se afirmar, nesse dia então o amor tornar-se-á para ela, como para o homem, fonte de vida e não perigo mortal."

18. Coco Chanel

Coco Chanel, ex-estilista francesa e fundadora da marca que leva seu sobrenome, tem uma frase peculiar e sugestiva acerca de sua visão feminista:

"As mulheres têm sido sempre as mais fortes do mundo. Os homens estão sempre em busca de mulheres para terem um pouco de acalento. Eles estão sempre ansiando pelas mães que os tratavam como crianças."

17. Lana Del Rey

Em entrevista à revista americana The Fader, a cantora Lana Del Rey não demonstrou entusiasmo em falar sobre feminismo:

"Para mim, a questão do feminismo não é um conceito interessante. Quando as pessoas falam de feminismo, eu fico tipo ‘ai meu Deus’. Apenas não estou interessada. Minha ideia de feminismo é uma mulher que se sente livre o suficiente para fazer o que quiser. Pronto."

16. Lady Gaga

A cantora Lady Gaga é amplamente considerada um ícone do movimento feminista. Para o jornal The Independent, ela disse:

"Não sou feminista. Eu venero homens, eu amo homens. Eu celebro a cultura masculina americana – cerveja, carros e bares".

15. Beyonce

Segundo os dizeres da cantora Beyonce, o feminismo se faz necessário para possibilitar um equilíbrio entre gêneros:

"Sempre me considerei uma feminista, mas tenho medo dessa palavra porque as pessoas colocam uma carga muito grande nela. Precisamos mudar a percepção de como nos enxergamos. Na minha opinião, homens e mulheres se dão equilíbrio, e temos que chegar ao ponto em que ficamos confortáveis valorizando uns aos outros."

14. Katy Perry

Para a revista Billboard, em 2014, a cantora pop Katy Perry posicionou-se assim:

"Eu não sou feminista, mas acredito no poder da mulher."

13. Taylor Swift

Em entrevista para o jornal The Guardian, de 2015, a cantora Taylor Swift disse:

"Nunca me veio à cabeça essa coisa de homens contra mulheres. Quando eu era adolescente, não entendia que ser feminista é apenas esperar que homens e mulheres tenham direitos e oportunidades iguais. O que me parecia era que você odiava homens. Acho que muitas garotas despertam seus lados feministas porque entendem o real significado da palavra."

12. Miley Cirus

Em uma entrevista dada para a BBC, de 2013, a atriz Miley Cyrus afirmou:

"Eu me sinto uma das maiores feministas do mundo porque eu sempre digo para as mulheres não terem medo de nada."

11. Madonna

A cantora americana Madonna, por sua vez, tem uma visão simplificada de feminismo que ela sempre propaga:

"Eu não sou feminista. Sou humanista."

10. Maisie Williams

A atriz Maisie Williams (conhecida por interpretar "Arya" na série Game Of Thrones) deu entrevista à Radio Times, na qual ela ressaltou sua inconformidade em relação à falta de personagens femininas originais e autênticas no cinema e na TV:

"Quando eu era mais nova, eu não percebia que os papéis femininos eram tão mal escritos, mas, seguindo adiante nessa carreira, eu vi que há realmente muitas personagens ruins, e não é incomum notar que muitas dessas personagens sejam só ‘namoradinhas'. Eu espero nunca ter que interpretar um papel que só está lá para beneficiar um protagonista homem."

9. Patricia Arquette

Patricia Arquette, popularizada na mídia por ter vencido o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2015, foi convidada a discursar em evento realizado pela ONU. Durante sua fala, a atriz falou sobre diferenças entre gêneros, e também sobre a questão da equiparação salarial:

"Mulheres recebem menos que homens pelo mesmo trabalho em quase todas as profissões e indústrias, das posições mais baixas até as mais altas. Não importa se você tem um diploma escolar ou um PhD. Isso é abusivo. É devastador."

8. Ellen Page

Ellen Page, atriz canadense famosa pelo filme "Juno", falou um pouco sobre feminismo para o The Guardian:

"Não sei por que as pessoas são tão relutantes em dizer que são feministas. Talvez algumas mulheres simplesmente não se importem. Não é óbvio que ainda vivemos em um mundo patriarcal onde a palavra ‘feminismo’ é vista como ruim?"

7. Lena Dunham

A atriz, escritora e roteirista Lena Dunham, protagonista da série "Girls" (sobre um grupo de garotas se tornando mulheres) é uma das vozes femininas mais ouvidas atualmente. Na ocasião de um programa de TV canadense, Dunham argumentou:

"Eu acho que as mulheres contrárias ao termo ‘feminista’ não sabem o que ele significa. Não é um conceito que se deva rejeitar. Se você é uma feminista, você acredita em oportunidades iguais. Feminismo não significa que as mulheres irão se rebelar, dominar o planeta e cortar fora os testículos dos homens."

6. Marissa Meyer

A presidente do grupo Yahoo, Marissa Meyer, aparece em um documentário da AOL Sessions chamado "Makers: Women Who Make America", no qual ela fala:

"Não me considero feminista. Certamente, eu acredito em direitos iguais. Eu acho que as mulheres são tão capazes, às vezes até mais, em vários aspectos. Mas, parece ter algo de militante e doutrinário nessa questão, isso me incomoda."

5. Dale Spencer

A professora, escritora e consultora sexual Dale Spencer é muito citada em debates feministas a respeito de seu livro Man Made Language. Em um trecho, Spencer diz:

"O feminismo já lutou em várias guerras, e matou oponente nenhum. Suas batalhas têm sido pela educação, por melhores condições de trabalho, por mais segurança nas ruas, para cuidar das crianças, para o bem-estar social, para ajudar vítimas de estupro, refugiar mulheres e para reformar a lei. Se alguém me diz: 'Oh, eu não sou uma feminista', então eu pergunto: 'Qual o seu problema?!"

4. Rebecca West

Em seu livro Mr. Chesterson In Hysterics, a escritora e jornalista britânica Rebecca West escreveu:

"Eu nunca fui capaz de descobrir o que significa feminismo. Eu só sei que as pessoas me chamam de feminista sempre que eu expresso sentimentos que me diferenciam de uma vagabunda ou uma prostituta."

3. Angelina Jolie

A atriz Angelina Jolie é uma voz ativa entre as celebridades e muito elogiada pelas reformas sociais que defende, inclusive ela já ganhou alguns prêmios nas categorias "paz" e "humanidades". Quando o jornal The New York Times a entrevistou em abril de 2015, para cobrir um evento social, ela comentou:

"Ainda é muito fácil e aceito para líderes ignorar verdades desconfortáveis, desde a mutilação genital feminina até o casamento entre crianças, por exemplo. Ainda é uma norma as mulheres serem excluídas do processo de paz e igualdade. As mulheres, sabemos, são as primeiras a serem afetadas pelas guerras, e as últimas a serem consideradas quando terminam."

2. Yoko Ono

Em 2007, a compositora e artista plástica Yoko Ono deu uma entrevista para o The Washington Post. O briefing era sobre seu famoso manifesto de 1971, A Feminização da Sociedade. Quando perguntada sobre o feminismo de hoje, ela disse:

"Essa sociedade atual é impulsionada pela velocidade neurótica e ganância. A frustração de não ser capaz de viver de acordo com a imagem que criamos para nós mesmos. Tal imagem importa, mas nada tem a ver com a verdadeira realidade das pessoas, sejam homens ou mulheres. Toda mulher tem medo de se dizer feminista por causa das possíveis reações, mas o aspecto agradável disso é que torna possível uma melhor compreensão sobre a feminilidade."

1. Oprah Winfrey

Oprah Winfrey, uma das mulheres mais influentes do mundo, tem uma história de vida extraordinária que sensibiliza e inspira milhares de pessoas. A apresentadora e autora também aparece no documentário "Makers: Women Who Make America", em que ela faz um comentário icônico sobre feminismo:

"Eu nunca me considerei feminista, mas não acredito que se possa ser mulher nesse mundo e não ser uma."


Eduardo Silva Ruano

Redator na Obvious, Whiplash e La Parola. Sempre buscando novas inspirações para transformar ideias em palavras .
Saiba como escrever na obvious.
version 165/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Eduardo Silva Ruano
Site Meter