imagem cotidiana

Imagens que vemos (ou não) em meio ao caos (ou à calma)

Beatrice Bonami Rosa

Beatrice Bonami Rosa é artista plástica com uma paixão bem resolvida pelo desenho, fotografia e comunicação.

beatricerosa

Beatrice Bonami Rosa

Para quê saber fazer pontos de fuga como no Renascentismo? Ou bom tratamento pincelado como no Realismo? Para quê fragmentar a forma como Picasso ou distorcê-la como Dali? Por que cargas d´água saber o que foi arte póvera ou porque hoje a fotografia se tornou um objeto de arte? Para que entender o que são happenings e performances se a arte nem uma definição definitiva tem? Duvido que alguém defina arte em uma só frase ou expressão. Quando me perguntaram isso pela primeira vez, entrei em conflito e não soube responder. Por que a arte é tão relevante nas nossas vidas afinal de contas? Então falo: arte não serve para nada, mas dá sentido a tudo que fazemos. Alguns chamam-na de técnicas, movimentos, e até de nomes de artistas. Nós chamamos de arte, o alimento da alma. Criação, o alimento da mente. O olhar, o alimento do cotidiano. Quando Dewey fala que o ser é tão ativo quanto sente e observa, nós artistas educamos nosso olhar e nossa percepção para discriminar o cotidiano e transformá-lo em linguagem. É o que fazemos. Transformamos o ordinário em extraordinário.

Beatrice Bonami Rosa

Últimos artigos publicados