imensidÃo multicultural

Uns dizem apenas palavras, outros dizem silêncios, e outrem gestos e eu escrevo!

Gisele Regina

Escritora amadora; blogueira apaixonada; estudante de Letras Língua Portuguesa; pensa que é a Clarice Lispector reencarnada; ama música clássica (ah, Beethoven!); poesia; ama o silêncio, bem como as palavras.

É QUE UM MUNDO TODO VIVO TEM A FORÇA DE UM INFERNO

Se você sabe viver da sua autoconfiança, é realista e aceita a condição de vida que tem, e ainda sabe aproveitar cada dia como se fosse o último, parabéns, você sabe que o mundo está vivo.


Carregando-o-mundo.jpg

E Maria era uma mulher que vivia da sua autoconfiança, pois se não confiasse em si mesma jamais saberia como é o mundo. O mundo vivo, aquele que quando é tocado com vontade pode até doer. Não é assim que funciona? Sim, é assim. E muitas vezes é mais fácil viver na hipocrisia do que sair dela, que é a zona de conforto. Pois, quem luta para sair dela, sofre, porque a maioria das pessoas não gostam de passar dificuldade. E Maria odeia a hipocrisia, despreza o oportunismo e, deprecia bajulações. Como viver assim em um mundo que valoriza o que não tem valor? Maria então sofre, mas segue na luta.

82d834c926eb9b8bac0f7ed2a93dfce0.jpg

A vida é feita de momentos, apenas momentos. Mas também, é uma massa de modelar, da qual aquela criança faz o desenho que quer. Assim, os caminhos são vastos, as chances, as oportunidades, as possibilidades vão crescendo à medida que a consciência fica mais nítida. E é você quem vai escolher modelar um céu ou um inferno.

O dia a dia de Maria é estressante. Ela lida com pessoas. Lidar com pessoas é difícil. É o mesmo que lidar com erros em cima de erros. Somos seres errantes, não é mesmo? Não podemos julgar Maria por ela ser estressada, essa é a escolha dela. Ficar estressada. As relações afetivas geralmente nos cobram mais, e no trabalho pode ser que tenhamos que lidar com pessoas das quais não nos adaptamos ao comportamento. Mas não é só isso que atinge Maria. É o desvio de dinheiro que a faz ficar estressada; é a manipulação religiosa quando usa o nome de Deus para determinar o que é certo e o que é errado, o que não deixa pensar por si só; é o ter de pertencer a um determinado grupo para ser “alguém” à sociedade em que vive. Mas para quê? Para que serve todo esse estresse? É naturalmente uma manifestação do que ela não está gostando. O melhor é buscar conhecimento, ler o que está acontecendo no mundo, sem deixar de entender que todos são diferentes e tem seu grau de evolução.

mulher-lendo-revista.jpg

Mas o que Maria faz para mudar? Terapia! e não deu muitos resultados. Então ela evitou conversar com as pessoas negativas, mas uma hora elas teriam que voltar a se falar, visto que não podemos nos esconder. O mundo estava pesado demais ou era Maria quem estava muito pessimista em relação ao mundo?

Quando chega do trabalho, toma banho e vai fazer o jantar. O cachorrinho pula de alegria quando a vê. É o consolo dela. Se todos fossem como os cachorros: afetivamente alegres e cheios de amor para dar. Pensou Maria. Como era dura a realidade. Sim, a realidade é dura, para cada um colabora para que seja assim. Além disso, Maria não sentia entusiasmo de lutar, achava que estava sozinha nessa luta.

E refletindo com Clarice Lispector:

"Ah, despedir-se disso tudo significa tal grande desilusão. Mas é na desilusão que se cumpre a promessa, através da desilusão, através da dor é que se cumpre a promessa, e é por isso que antes se precisa passar pelo inferno: até que se vê que há um modo muito mais profundo de amar, e esse modo prescinde do acréscimo da beleza. (...)". A paixão segundo GH.

frases_garra.jpg

Um dia o inferno se desgasta, e o céu será a única manifestação de consciência. Enquanto houver má fé, haverá inferno.


Gisele Regina

Escritora amadora; blogueira apaixonada; estudante de Letras Língua Portuguesa; pensa que é a Clarice Lispector reencarnada; ama música clássica (ah, Beethoven!); poesia; ama o silêncio, bem como as palavras..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Gisele Regina