Fernanda Marcondes

Escrevo para que possamos - em um processo dialógico - tocarmos uns aos outros.

  • blog-meredith-cristina.jpg
    O que aprendemos em Grey's Anatomy

    Mesmo diante dos maiores percalços vivenciados pelos personagens, eles nada fazem, que não continuar caminhando.

  • 47-p-frame-feminismo.jpg
    Afinal, o que as mulheres querem?

    Queremos, afinal, o genuíno direito de poder ser mulher, em toda sua essência, em toda a sua magnitude, em um mundo de direitos iguais aos dos homens.

  • FLOR.jpg
    Lembre-se de que és mortal

    E se você não existisse, que falta faria? - Mario Sérgio Cortella

  • floresssssssssss.jpg
    O porquê das crises existenciais

    Há momentos em que o nosso estilo de vida já não nos satisfaz mais. A vida perde o sentido. Vivenciamos, assim, os momentos de crise existencial. Mas se até mesmo as ciências e a humanidade passam por momentos paradigmáticos, por que nós também não devemos passar?

  • 201212051114395ec1336d-18dc-4f12-95b1-4b5e6d17c743g.jpg
    Copo meio cheio ou copo meio vazio?

    Ser pessimista ou otimista não tem a ver com ser realista ou não. Refere-se aos valores embutidos aos fatos, ainda que estes sejam em si negativos. Copo meio cheio ou copo meio vazio? É só uma questão de escolha!

  • sofrimento2
    A ditadura do pensamento positivo

    Não duvido que os pensamentos positivos tragam muitas coisas boas para a vida. Nem Hamlet duvidaria. Mas o problema reside em transformarmos isso em uma “ditadura do pensamento positivo” e, assim, negarmos os “monstros” que habitam em nós.

  • Exam.jpg
    Objetificação da existência humana

    Depositamos a culpa da reprovação no processo seletivo na pessoa, e não nessa sociedade que é doente. Uma sociedade que ceifa vidas, que ceifa sonhos, que ceifa saúde e que enfileira seres humanos como meros objetos para serem classificados de forma incoerente.

Site Meter