insólito

Pequenos grandes eventos

Larissa Caramel

Escreve sobre nada através de poesia visual, diálogos e fragmentos.

Sobre o peso

Porque a felicidade fabricada
é mais perigosa que o isolamento.


Depois de certa ausência,
falemos do peso que
não se mede na balança,
mas na conta da farmácia.

1.jpg

Muitos afirmam que a depressão é o maior dos males de nossa era, e muitos caracterizam esta condição como um grande vazio que sem sucesso e com muita angústia tentamos preencher - vazio este que não é assunto novo, mas que ganhou motivos contemporâneos.
Mas a causa destes males pode não ser a ausência, e sim o peso. Ao invés do vazio, temos o excesso de cobrança, incerteza e medo, excesso de deveres sociais e profissionais, excesso de padronização, de modernidade.
Talvez um dos grandes motivadores seja o fato de que não há mais espaços vazios. Não há mais tempo para conhecermos a nós mesmos, o que nos ocupa são expectativas inalcançáveis que transbordam por nossas angústias.
Somos cada vez mais reféns de perfis sintéticos onde podemos selecionar nossos melhores momentos para mostrar aos outros. A cada dia que passa, nossa percepção se torna mais superficial e ao invés de procurarmos entender nossas deficiências, aprimoramos nossas habilidades de mascarar qualquer falha aparente.
A cura para os males generalizados pode ser voltar ao vazio, ao buraco que força as pessoas a olhar para dentro e perder a preocupação com o que mostrar do lado de fora. Por mais que o abismo e a profundidade sejam famosos e conhecidos criminosos, a superficialidade exigida atualmente pode ser a real vilã das grandes perturbações.


Larissa Caramel

Escreve sobre nada através de poesia visual, diálogos e fragmentos..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// @destaque, @obvious //Larissa Caramel