insólito

Pequenos grandes eventos

Larissa Caramel

Escreve sobre nada através de poesia visual, diálogos e fragmentos.

Sobre a expressão

e o eterno questionamento
de capacidades inseguras


by JorgeOMau1.jpg

Queria eu, desde
sempre, ser capaz de
expressar tudo o que percebo.
Veja bem, tudo o que percebo, pois
o que sinto demoro a entender.
Vivo do enforcamento
de minhas angústias.
Sinto como instinto
que a tudo reage,
sinto e processo
à minha maneira,
correndo os dedos
pelo teclado, entre engasgos
de meus medos, e não há transparência
ou clareza na maneira como experimento o mundo.
Não tenho respostas prontas para como me sinto, já que
nunca soube se um dia estive simplesmente triste ou feliz.
Sou incapaz de sentir ordenadamente, uma coisa de cada vez.
Queria poder separar as percepções dos sentimentos
que me escapam. Percebo o mundo como o sinto,
e minhas limitações descritivas
dificultam a efetiva comunicação.
As realidades são tão frágeis, incompletas,
que convivo parcialmente por dias, interagindo
entre universos que temo um dia não mais diferenciar.
Experimento expressões que elevam e desafiam, admiro
e invejo o talento artístico e o brilho das mentes
espetaculares, com características que
não me atrevo a almejar.
Como poderia, se
é tão dolorosa a compreensão das
minhas próprias vontades, se, ao mesmo tempo
em que me arde a vontade de abraçar o mundo,
sequer tenho o ímpeto para estender os braços?


Larissa Caramel

Escreve sobre nada através de poesia visual, diálogos e fragmentos..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/literatura// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Larissa Caramel