inspire-se

Que a arte nos aponte uma resposta...

Cláudia Zalaquett

Formada em Rádio e TV e pós-graduada em Jornalismo Cultural. Trabalha com produção audiovisual e escreve para internet.
Contato: [email protected]

ROUBE COMO UM ARTISTA: Um manifesto sobre a criatividade

Afinal, o que é criatividade? Será que todos nós podemos ser criativos? Austin Kleon, autor do livro Roube como um Artista, tem as respostas para estas e outras questões sobre o assunto.


A criatividade é um tema que atrai muita gente e que, particularmente, me instiga bastante. É através de ideias criativas que o mundo evolui e se mantém em movimento. Mas, devemos lembrar que ser criativo não é apenas um privilégio para as mentes brilhantes. A criatividade pode ser desenvolvida por qualquer pessoa, basta querer (e treinar).

Muitas vezes, me peguei pensando em como eliminar os bloqueios criativos para que seja possível pensar “fora da caixa”, seja no trabalho ou na vida. Foi aí que eu descobri o livro ROUBE COMO UM ARTISTA – 10 Dicas sobre Criatividade.

image[3].jpeg

O livro foi escrito por Austin Kleon, um jovem artista defensor da ideia de que a arte está em todas as partes e é para todos nós. Roube como um Artista é baseado em uma palestra realizada pelo autor, na Universidade do Estado de Nova York. Em pouco tempo, essa palestra se viralizou na internet e foi a partir daí que surgiu a publicação do livro. Ele é um manifesto, cheio de ilustrações, sobre como desenvolver a criatividade na era digital, através de dez dicas.

image[4].jpeg

image.jpeg

O conceito “roubar”, como sugere o título, significa que para ser criativo, é necessário abastecer a nossa imaginação através de referências que nos inspirem e falem com a nossa alma. Nada é original. Nada vem do nada. É importante abraçar a influência ao invés de fugirmos dela.

“É no ato de criar e de fazer nosso trabalho que descobrimos quem somos”, diz Austin. Portanto, não fique esperando descobrir quem você é para começar a ser criativo. Faça isso agora mesmo!

“Comece copiando o que você ama. Copie, copie, copie, copie. Ao final da cópia, você encontrará a si mesmo”. – Yohji Yamamoto.

Uma das dicas do livro é fazer um “arquivo de furtos”. Roube qualquer coisa que possa alimentar a sua imaginação e estimular à criação. Pode ser através de filmes, música, livros, fotografias, pinturas, viagens, enfim, o mais importante é colecionar boas ideias e ser curioso em relação ao mundo em que vivemos. Observe, questione, e se necessário, use o Google!

image[1].jpeg

image[2].jpeg

Kleon, através de seu livro pequeno e agradável de ler, nos dá uma injeção de entusiasmo e disposição para que a gente possa deixar a nossa vida, pessoal e profissional, mais produtiva. Ele nos ensina o quanto é importante fazer um bom trabalho e compartilhá-lo com as outras pessoas.

“Não se preocupe com pessoas roubando suas ideias. Se elas são boas, você tem que empurrá-las goela abaixo”. – Howard Aiken

Portanto, se você, assim como eu, também se interessa quando o assunto é criatividade, vale investir na leitura. E não se esqueça: “Você não precisa ser um gênio, só precisa ser você mesmo”.


Cláudia Zalaquett

Formada em Rádio e TV e pós-graduada em Jornalismo Cultural. Trabalha com produção audiovisual e escreve para internet. Contato: [email protected]
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/literatura// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Cláudia Zalaquett