inspire-se

Que a arte nos aponte uma resposta...

Cláudia Zalaquett

Formada em Rádio e TV e pós-graduada em Jornalismo Cultural. Trabalha com produção audiovisual e escreve para internet.
Contato: [email protected]

A volta do nomadismo na era digital

Entenda por quais motivos o estilo de vida dos nômades digitais vem conquistando cada vez mais destaque na atualidade.


nomades-digitais.jpg

Desde crianças, somos condicionados a acreditar em um padrão social a ser seguido, isto é, deve-se escolher uma profissão, ainda na fase da adolescência, e dedicar-se a ela para o resto da vida. Para ser alguém bem-sucedido, o caminho certo é trabalhar ao máximo para ganhar bons salários, e assim, conseguir comprar o carro do ano, uma casa bonita, sustentar a família e adequar-se a todos os moldes que o capitalismo nos impõe.

No entanto, a maioria das pessoas reclama do estresse e da falta de tempo no dia a dia, principalmente nas grandes metrópoles. O ritmo frenético desse estilo de vida faz com que elas se sintam cada vez mais insatisfeitas. Não é à toa que sábado e domingo são os dias mais desejados da semana, e que as férias são aguardadas ansiosamente durante o ano inteiro.

Embora ainda exista aquele modelo que nos ensinaram de como se deve viver, estamos presenciando uma revolução que vem alterando os caminhos de como o mundo funciona. E as principais responsáveis por isso são a tecnologia e a internet. Juntas, elas criaram um novo estilo de vida e de trabalho: a possibilidade de exercer uma profissão de qualquer lugar do mundo, desde que sua principal ferramenta seja a internet. Com isso, surgiu o termo “nomadismo digital”.

Alguns dos profissionais que podem aderir a esse lifestyle são blogueiros, escritores, fotógrafos, jornalistas, designers, programadores e consultores. O que todos eles têm em comum é a vontade de poder trabalhar e viajar ao mesmo tempo, usufruindo dos recursos tecnológicos a seu favor.

Os nômades digitais não possuem moradia fixa, quebram a rotina “casa-emprego” e não conseguem ficar muito tempo em um único lugar. Quando o visto de turista está próximo de vencer ou o lugar não lhes agrada mais, simplesmente partem para o próximo destino. Vem daí a associação com os nômades de antigamente, que costumavam deixar um local quando os recursos naturais acabavam.

Flexibilidade de horários e a possibilidade de conhecer constantemente lugares, culturas e pessoas ao redor do mundo, sem precisar estar de férias, são umas das vantagens de aderir ao nomadismo digital. Porém, para viver dessa maneira, é preciso ter disciplina e comprometimento dobrado com as suas tarefas para que o ritmo de produtividade não caia e o seu foco não se perca.

Apesar do nomadismo digital ser relativamente novo, o nicho de profissionais que fazem parte desse movimento vem crescendo e ganhando cada vez mais notoriedade, principalmente entre os jovens que querem se libertar do padrão de vida já estabelecido na infância. Para os novos nômades, enfrentar o trânsito caótico, bater cartão de ponto e ficar a maior parte do dia (ou da vida) dentro de um escritório, já não fazem mais sentido. Por isso, a tendência é que essa forma de viver e de trabalhar aumente a cada dia, como tem acontecido em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil.

E você? Encararia mudar o seu estilo de vida para ganhar a liberdade de um nômade digital?

iStock_000003681364XSmall-773788.jpg

Fotos extraídas do Google.


Cláudia Zalaquett

Formada em Rádio e TV e pós-graduada em Jornalismo Cultural. Trabalha com produção audiovisual e escreve para internet. Contato: [email protected]
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Cláudia Zalaquett