Paulo Pontes

Paulo Pontes é jornalista e já teve seus textos publicados na revista Roadie Crew e nos sites Roadie Metal e ScreamYell. É autor do livro-reportagem “A Arte de Narrar Vidas - Histórias além dos biografados", com perfis de grandes biógrafos brasileiros. Atualmente trabalha na biografia dos irmãos Andria e Ivan Busic (Dr. Sin).

  • Kiss - Livro Nothin To Lose.png
    Nothin' To Lose - A formação do Kiss

    Livro lançado em 2014 pela Editora Benvirá, "Nothin' To Lose" é um relato íntimo e original dos passos iniciais do Kiss. A obra narra, com riqueza de detalhes, os anos de formação da banda, entre 1972 e 1975, culminando com seu primeiro grande sucesso, o lançamento do álbum Alive! e do hino Rock and Roll All Nite. Construído através de depoimentos, "Nothin' To Lose" inclui entrevistas com Paul Stanley, Gene Simmons Ace Frehley e Peter Criss, bem como com produtores, engenheiros de som, roadies, proprietários de clubes e outras figuras importantes do meio musical. Confira!

  • Ouça os doutores.png
    Ouça os Doutores: Dr. Sin - Listen to the Doctors

    Há 15 anos a banda brasileira Dr. Sin lançava o excelente "Listen to the Doctors", um disco de covers com uma particularidade: todas as músicas têm a palavra "Doctor" em seus títulos. Tem versão do Kiss, Beatles, Rolling Stones, Black Sabbath, Van Halen, Mötley Crüe, entre outras. Discaralhaço!

  • Motley Crue - The Dirt.png
    The Dirt - Confissões da banda mais infame do mundo, do Motley Crue

    Mötley Crüe, a mais influente, duradoura e icônica banda de hard rock dos anos 1980 conta tudo nesta autobiografia de proporções épicas sobre quatro ícones do rock norte-americano. A obra "The Dirt - Confissões da banda mais infame do mundo" foi escrita em parceria com o renomado jornalista Neil Strauss e lançada no Brasil em 2020 pela editora Belas Letras. Confira!

  • O Vilarejo - Raphael Montes.png
    O vilarejo assustador criado por Raphael Montes

    Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado e assustador. Vamos falar sobre o livro “O Vilarejo”, do escritor Raphael Montes. O livro foi lançado em 2015 pela Suma de Letras, selo da editora Companhia das Letras.

  • Terror a Bordo.png
    Contos turbulentos em "Terror A Bordo", antologia editada por Stephen King e Bev Vincent

    Apertem os cintos, pois vamos falar sobre esta antologia de contos turbulentos, com curadoria do mestre do terror — e autor best-seller mundial — Stephen King, em parceria com Bev Vincent. Confira!

  • Corpos Secos.jpg
    Corpos Secos: mortos-vivos em um Brasil pós-apocalíptico

    Um Brasil pós-apocalíptico, assolado pelos corpos secos, espectros humanos infectados por agrotóxicos não testados. O primeiro caso se deu em Mato Grosso do Sul e depois se alastrou por todo o território nacional. É o que encontramos no livro “Corpos Secos”, romance lançado este ano no Brasil pela Alfaguara, selo da editora Companhia das Letras, e escrito em conjunto por 4 autores: Luisa Geisler, Marcelo Ferroni, Natalia Borges Polesso e Samir Machado de Machado.

  • Thumbnail image for O BARULHO NA CABEÇA DO STEVEN TYLER TE INCOMODA_ (4).jpg
    Luz e Sombra - Conversas com Jimmy Page, de Brad Tolinski

    "Esta é a compilação mais abrangente e vigorosa de entrevistas, histórias e ideias de um dos maiores guitarristas, compositores e produtores do Rock 'N' Roll. Uma leitura obrigatória para fãs de Jimmy Page, como eu." — Slash

  • O BARULHO NA CABEÇA DO STEVEN TYLER TE INCOMODA_ (3).png
    5 Discos lançados no início de 2020 que você precisa ouvir!

    Green Day, Ozzy Osbourne, Archon Angel, Richie Kotzen e Sepultura, todos responsáveis por 5 grandes lançamentos deste início de 2020. Álbuns que, na minha opinião, você precisa ouvir. Confira!

  • O BARULHO NA CABEÇA DO STEVEN TYLER TE INCOMODA_.jpg
    O barulho na cabeça do Steven Tyler te incomoda?

    No primeiro vídeo para o canal do Kontratak Kultural no YouTube, apresentamos o livro do grande Steven Tyler, vocalista do Aerosmith. Trata-se do bom "Steven Tyler - O barulho na minha cabeça te incomoda? Uma memória feita de rock´n´roll", a autobiografia do músico. Sua trajetória como líder da banda, seus momentos em reabilitação, sua relação — muitas vezes conturbada — com os integrantes do Aerosmith, entre outros assuntos, são narrados de maneira bem informal e aberta. Confira!

  • ordinaryman1.jpg
    “Ordinary Man” é o melhor disco de Ozzy Osbourne neste século

    A essa altura do campeonato, com internações, pneumonia, UTI, queda, shows cancelados, cirurgias, Parkinson e outros inúmeros problemas — tudo em menos de um ano e meio —, temos que concordar que um disco de inéditas do Madman não era o acontecimento mais esperado na história recente da música pesada. Mas, contrariando toda e qualquer hipótese negativa, ele veio. “Ordinary Man”, 12º segundo disco de inéditas do Ozzy, está longe de ser clássico, mas é superior e mais variado que todos os discos lançados pelo homem neste século (a saber, “Down To Earth”, de 2001; “Black Rain”, de 2007; e “Scream”, de 2010).

  • Design sem nome.png
    Paz, Amor e Sgt. Pepper: os bastidores do disco mais importante dos Beatles, de George Martin

    No final de 1966, a maior banda da história do Rock decide que não fará mais turnês, abre mão das apresentações ao vivo e se concentra exclusivamente na criação daquele que se tornaria seu mais importante e impactante disco. É para esse momento tão relevante da história da música que somos transportados ao ler as páginas de “Paz, amor e Sgt. Pepper”. O produtor — e “quinto Beatle” — George Martin nos coloca dentro do estúdio Abbey Road e revela os bastidores da maior obra dos Fab Four.

  • Design sem nome (1).png
    Marighella - O guerrilheiro que incendiou o mundo, de Mario Magalhães

    Personagem só diabo ou só santo, para mim, não serve. Sua complexidade e seu caráter controverso são fundamentais! Até porque eu não julgo biografado, não sou juiz. Eu sou o narrador, um contador de histórias.

  • ACDC - 1977.jpg
    Let There Be Rock: o disco responsável por alavancar a carreira do AC/DC

    O disco anterior, Dirty Deeds Done Dirt Cheap (1976), vendeu muito bem na Austrália, terra natal da banda. O álbum foi um sucesso por lá, entrou no Top 5. Mas o impacto ainda era pequeno na Grã-Bretanha, enquanto que nos Estados Unidos, o AC/DC ainda não agradava, e a poderosa Atlantic Records já não depositava tanta confiança no trabalho da banda por aqueles lados.

  • Rush 2012.jpg
    Que outras bandas aprendam a envelhecer como o Rush

    Mais de quatro décadas de carreira. Uma discografia extensa e repleta de momentos sublimes. Incursão por diferentes e variados estilos. Rock Progressivo? Talvez, pois esta definição soa um pouco limitada, ao meu ver, quando falamos de Rush. O trio canadense está, com toda certeza, entre um rol de artistas difíceis de classificarmos dentro de um único conceito. Fato: o Rush é uma das maiores, mais importantes e influentes bandas da história.

  • Black Sabbath.jpg
    Heavy Metal, cocaína, ascensão, declínio e reabilitação: a história do Black Sabbath contada por Mick Wall

    Poucas foram as bandas que conquistaram o mundo. Menor ainda é a quantidade delas que podem ser consideradas como precursoras de um estilo musical. O Black Sabbath está nesta seleta lista. A banda é designada como “criadora do Heavy Metal” e, quer você queira ou não, esta é uma afirmação extremamente plausível.