Paulo Pontes

Paulo Pontes é jornalista e já teve seus textos publicados na revista Roadie Crew e nos sites Obvious e ScreamYell. Atualmente trabalha em dois livros: um livro-reportagem provisoriamente intitulado “A Arte de Narrar Vidas", com perfis de grandes biógrafos brasileiros; outro contando as histórias dos irmãos Andria e Ivan Busic (Dr. Sin).

Alguns álbuns sensacionais que foram lançados em 2014

Em primeiro lugar, esta não é uma lista com os "melhores" discos lançados em 2014. Seria muita pretensão da minha parte dizer quais foram os melhores. Apenas selecionei alguns álbuns que, na minha opinião, são sensacionais e merecem ser ouvidos.


Melhores de 2014.jpg

Em segundo lugar, é muito difícil organizar uma lista como esta sem esbarrar no fator "gosto pessoal", é claro que muito provavelmente, dezenas de outros ótimos discos, dos mais variados estilos foram lançados em 2014, mas talvez pelo simples fato de meu gosto musical estar basicamente focado no Rock - apesar de conter discos de outras vertentes na lista -, eu não tenha escutado tais obras, ou tenha me esquecido de outras.

É claro também, que mesmo dentro do Rock, muitos outros álbuns fantásticos foram lançados, mas coloquei aqui os que me vieram na cabeça, talvez aqueles que mais me marcaram. Muitos irão discordar e isso é natural e deve acontecer.

Lembrando que não segui nenhuma ordem de preferência, o que seria muito mais difícil. Fique a vontade para comentar e expor quais foram, na sua opinião, os álbuns imperdíveis de 2014.

Jack White - Lazaretto

Jack White-thumb-800x800-71549.jpg

Uma das figuras mais importantes e relevantes do atual cenário musical, Jack White conseguiu em Lazaretto, um difícil feito, superar seu álbum de estreia em carreira solo. Recheado de momentos empolgantes e imprevisíveis, o disco é uma verdadeira aula de bom gosto e musicalidade. Basta ouvir a faixa-título, que possui um riff tão marcante quanto o de Seven Nation Army. Imperdível

Sharon Jones & The Dap-Kings - Give the People What They Want

sharon-jones_give-the-people-what-they-want.jpg

Uma das melhores cantoras da atualidade, dona de uma voz potente e agradável. Assim podemos descrever Sharon Jones, que acompanhada da competente banda The Dap-Kings, nos presenteou ainda no começo do ano, com essa pérola da soul music. Give the People What They Want é cheio de groove e levadas dançantes, mas também traz momentos intimistas de tirar o folego.

Behemoth - The Satanist

behemoth-the-satanist-cover.jpg

Pesado, rápido, sombrio, extremo, como um álbum de Black Metal deve ser. O melhor de toda a história da banda capitaneada pelo vocalista/guitarrista/compositor Nergal. Obra-prima do estilo.

Slash - World On Fire

10670200_10152692303822439_5006148339813704160_n-thumb-800x800-77487-thumb-800x800-77488.jpg

Slash não precisa provar mais nada a ninguém. Dono de um timbre único e de riffs e solos emblemáticos, o guitarrista lançou este ano seu melhor disco em carreira solo. São 17 músicas de extrema qualidade e repletas de feeling. Vale a pena conferir.

Korzus - Legion

Legion-thumb-800x800-76125.jpg

Com mais de 30 anos de carreira, o Korzus é um orgulho nacional. A banda formada por Marcello Pompeu (vocal), Dick Siebert (baixo), Antonio Araújo e Heros Trench (guitarras) e Rodrigo Oliveira (bateria), lançou em 2014 o álbum Legion, uma verdadeira pedrada, que já se tornou um clássico absoluto no cenário nacional. Quer uma prova? Ouça musicas como a violenta Six Seconds e a épica faixa-título, uma das melhores de toda a carreira da banda. Caso você queira saber como deve soar um disco de metal, escute Legion no volume máximo e irá descobrir.

Lenny Kravitz - Strut

Strut,_cover_by_Lenny_Kravitz.jpg

Um artista completo e com uma carreira já bem consolidada, Lenny Kravitz parece realmente se divertir com o som que faz, uma mistura de funk e rock de primeira qualidade. Strut é um disco sensacional, com músicas bem trabalhadas e ao mesmo tempo com um feeling contagiante. Caso você ainda não conheça bem o trabalho do cara - que na minha opinião, ainda é bem subestimado -, este álbum é um ótimo ponto de partida. Aprecie sem moderação.

Blues Pills - Blues Pills

bluespills.jpg

O debut desta excelente banda é algo espetacular. Blues Pills conta com os potentes vocais de Elin Larsson, que coloca sua belíssima voz em uma sonoridade calcada no Blues Rock e no Classic Rock. A influencia de Led Zeppelin é nítida , o que é um ponto extremamente positivo. Uma grata surpresa, uma banda que mesmo nova na cena, mostra uma maturidade muito acima da média.

Evergrey - Hymns For The Broken

Evergrey.jpg

Refrões marcantes, clima denso, sombrio, peso, melodia e muita, mas muita emoção passada através da voz de Tom S. Englund, são os principais fatores que permeiam o novo disco do Evergrey. Após a intro The Awakening, temos a faixa King Of Errors, que de cara nos mostra a qualidade presente em todo o álbum. Discaço.

Joe Bonamassa - Different Shades Of Blue

Joe_Bonamassa_Different_Shades_of_Blue_album_cover.jpg

Alem de ser um dos melhores guitarristas da atualidade, Joe Bonamassa também é um excelente vocalista. Seu mais recente disco, Different Shades Of Blue, nos apresenta um trabalho do mais alto nível. Solos e timbres de guitarra inspiradíssimos, com uma pegada monstruosa. Sem falar na banda de apoio do cara, arrasadora. Não deixe de ouvir este disco de forma alguma.

Freak Kitchen - Cooking With Pagans

Freak Kitchen.jpg

Curte Rock e suas vertentes e não conhece este trio sueco? Não sabe o que está perdendo. O som dos caras é uma das coisas mais legais dos últimos tempos dentro rock. Hard, Heavy, Prog, Classic, tem de tudo um pouco, e o melhor, com muita qualidade. Tudo isto está presente no mais recente disco da banda, Cooking With Pagans. O guitarrista e vocalista Mattias "IA" Eklundh, é o gênio por traz deste misto de influencias. Os timbres e sons que o cara tira de sua guitarra são extremamente criativos e originais. Uma das melhores e mais legais bandas que conheci nos últimos anos. Não deixe de ouvir isso por nada.


Paulo Pontes

Paulo Pontes é jornalista e já teve seus textos publicados na revista Roadie Crew e nos sites Obvious e ScreamYell. Atualmente trabalha em dois livros: um livro-reportagem provisoriamente intitulado “A Arte de Narrar Vidas", com perfis de grandes biógrafos brasileiros; outro contando as histórias dos irmãos Andria e Ivan Busic (Dr. Sin)..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/musica// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Paulo Pontes