Talles de Lima

Publicitário, estudante de sociologia, paulistano do grajaú, ouvindo Belchior, olhando o trânsito e parando pra conversar.

Televisores LCD

Todos os dias pela manhã, na gare Saint-Lazare centenas e centenas de pessoas descem dos trens em direção a seus trabalhos. Eu, dentro do meu trem, esperando sua partida, observo a peregrinação involuntária


pexels-photo-30579.jpg

Acordamos cedo para comprarmos televisores LCD.

Lavamos o rosto, pegamos o trem, o metrô e dois ônibus parar comprarmos televisores LCD.

E feijão, e arroz, e passagens aéreas, mas principalmente, televisores de Liquid Crystal Display.

Para mudarmos o mundo, não.

Para acabarmos com a fome, não.

Para anunciarmos as boas novas do Cristo, não.

Não para fazermos a revolução.

Não para o prazer e o ócio dos nossos corpos.

Acordamos cedo, antes das seis da manhã, para comprarmos televisores LCD.

E gerar riqueza, e gerar trabalho e gerar pobreza.

Para emanciparmos o Homem, não.

Para encontrarmos o outro, não.

Para para transformarmos os sentidos das horas, não.

Não para promovermos a justiça.

Não para partilharmos os dias, o poder e o pão.

Acordamos cedo, em silêncio, para comprarmos televisores LCD.


Talles de Lima

Publicitário, estudante de sociologia, paulistano do grajaú, ouvindo Belchior, olhando o trânsito e parando pra conversar..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Talles de Lima