lapis papel e dedos no teclado

Porque todo tema interessante pede um texto

Laís Vilela

Como você acha que eu sou? Tem um pouco de mim em cada frase que você acabou de ler. Vem me conhecer um pouco :)

O passado dele realmente condena.

Milhares de cartas recheadas de declarações de amor são enviadas aos presídios por mulheres que se dizem apaixonadas por serial killers. Nesse artigo será possível ter uma confirmação de que amor e razão as vezes seguem caminhos separados.


Cegas por uma ilusão amorosa, diversas mulheres transformam suas vidas em prol de paixões incertas, aceitando migalhas de homens que tem pouco para oferecer.Em um cenário degradante, elas buscam conforto nos braços de estupradores e assassinos que foram julgados e condenados.

Beijos e abraços separados por grades. Ignorar a lista de atrocidades que o amado cometeu em prol de um relacionamento geralmente na maioria dos casos, sem futuro. Você seria capaz? Você consegue entender o que move essas mulheres?

O fator alarmante é que quase todas as mulheres que escrevem para os presos possuem uma história de vida difícil e sofrem com descaso, solidão e insegurança.Algum dos motivos que influenciam esse tipo de postura: Problemas familiares, acreditam na inocência do condenado ou acham que são capazes de fazê-los mudar, ex-companheiros agressivos e ausentes, carência além de curiosidade e ideias fantasiosas. A maior parcela são de classe baixa mas se pode ver mulheres de classe média/alta e bem resolvidas profissionalmente dentro desse quadro.

Uma quantidade significativa dessas figuras femininas que mandam cartas para os criminosos não os conheciam antes de se depararem com eles na mídia.Ou seja, elas passaram a se interessar após estarem cientes de tudo o que ele fez e a partir disso, tomar a decisão de escrever para ele uma carta cheia de palavras românticas intercaladas com desenhos e corações.Algumas decidem mandar presentes dos mais variados possíveis e esperam que esse tipo de abordagem as torne marcantes na vida deles.As cartas são escritas com frequência até mesmo quando o destinatário prefere manter o silêncio.

ted.jpg Ted Bundy foi responsável por mais de 50 assassinatos

Um serial killer que ganhou as notícias do mundo foi o conhecidíssimo Ted Bundy, um dos casos mais marcantes dos Estados Unidos. Ted era sedutor, bem-apessoado e carismático além de conseguir atrair suas vítimas com facilidade para o caminho da morte, ele utilizava de extrema violência nos seus assassinados e quase todos os casos constam atentado violento ao pudor.Sua namorada na época continuou com ele por alguns anos após preso e jurava que ele era inocente, somente após ter certeza absoluta de que era impossível ele não ser o autor dos crimes que decidiu romper relações com ele.

maniaco.jpg Francisco de Assis mais conhecido como maníaco do parque.

O maníaco do parque é um bom exemplo. Um dos casos mais famosos do nosso país e que realmente causou um enorme frisson na época, ficou em destaque em vários veículos de comunicação consagrados pela mídia e até hoje desperta curiosidade. Ele recebeu em média mais de mil cartas de mulheres de todo o Brasil por mês e ignorou a maioria delas.

Os serial killers aceitam companhias e geralmente são dissimulados, agem de determinadas formas por conveniência e assim ganham confiança fora e dentro da prisão. Articuladores não é mesmo? Esse fascínio que os assassinos em série causam nessas mulheres é imenso.Algumas simplesmente aceitam, outras ignoram ou realmente não acreditam que a pessoa foi capaz de cometer tais crimes. Como uma porcentagem alta sofre de desilusão amorosa, elas se agarram na possibilidade de que um serial killer deveria ficar feliz em poder ter o privilégio de ter uma namorada que se preocupa com ele.Uma companheira que faz o possível para poder estar do lado dele, esperando por palavras de amor,esperando por palavras de afeto.Elas querem ser bem-tratadas por eles. Será que elas se esqueceram que as vítimas também?


Laís Vilela

Como você acha que eu sou? Tem um pouco de mim em cada frase que você acabou de ler. Vem me conhecer um pouco :).
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Laís Vilela