lapis papel e dedos no teclado

Porque todo tema interessante pede um texto

Laís Vilela

Como você acha que eu sou? Tem um pouco de mim em cada frase que você acabou de ler. Vem me conhecer um pouco :)

Maio Amarelo: uma causa que é nossa

Uma campanha que visa mostrar a importância da segurança no trânsito.


foto maio amarelo.jpg

O perigo pode mostrar os seus dentes em diversas situações e ambientes. Milhares de pessoas perdem suas vidas por conta de alguma imprudência. Famílias perdem seus entes queridos, pelas ruas, rodovias, avenidas e caminhos.

Ser consciente é sempre a melhor opção. Se for beber, não dirija, se estiver com sono, pense duas vezes antes de pegar no volante. Respeite as regras de trânsito. Se preocupe com a sua vida e a dos outros.

Um levantamento de dados foi feito e os resultados mostram que é uma realidade dolorida, a quantidade de acidentes de carro que acontecem no Brasil.

maio amarelo.jpg

Outro dado alarmante: No Brasil, mais pessoas morrem de acidente de trânsito do que de câncer. Isso é muito sério. Isso pode e deve ser evitado.

A cor escolhida, o amarelo, foi para simbolizar atenção. É a cor utilizada no semáfaro para pedir para que as pessoas prestem atenção. O mês escolhido como maio, também tem um significado pertinente: Em maio de 2011, a ONU, decretou “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O propósito apresentado da ação foi procurar reduzir em 50% os acidentes de trânsito no mundo inteiro.

A ideia do Maio Amarelo é uma compilação de interesses: alertar, mostrar e instigar as pessoas a serem cautelosas e estarem em alerta no trânsito. Uma das principais funções é convidar as pessoas a discutirem o assunto e serem mais participativas. Todos podem opinar, dar sugestões e dicas.

O que você pode fazer para colaborar?


Laís Vilela

Como você acha que eu sou? Tem um pouco de mim em cada frase que você acabou de ler. Vem me conhecer um pouco :).
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/sociedade// @destaque, @obvious //Laís Vilela