li finalmente

Eu, fingindo que sei criticar literatura

Lucas Coppio

Aspirante a escritor, leitor desleixado e desenhista frustrado. Apresentador do Vlog Li Finalmente, membro da "Tropa Lanterna Verde" e namorado grudento nas horas vagas.

Abraham Van Helsing de Abraham Stoker

Análise de Van Helsing, comparando-o com seu criador, Stoker.


É bastante comum para um escritor colocar a si mesmo dentro do livro, e depois de estudar um pouco da vida de Bram é fácil ver sua personalidade, valores e conhecimentos em cada uma das personagens, mas principalmente em Van Helsing.

anthony-hopkins-as-professor-abraham-van.jpg Abraham Van Helsing, não é coincidência que Abraham “Bram” Stoker nomeou essa personagem com seu primeiro nome. O escritor tinha grandes interesses em filosofia, medicina, ciência e superstições, além de ser muito ligado à religião; enquanto isso temos que sua personagem de nome icônico é um professor bastante religioso, médico cirurgião, hipnotizador, filósofo, e aparenta ter um conhecimento quase sem fim de superstições (de vampiros). Ele é aquele tipo de pessoa que tem o conhecimento para solucionar praticamente qualquer problema que tenha em mãos.

Ele luta para salvar Lucy, fazendo uma série de transfusões de sangue perigosas, já que o diferentes tipos sanguíneos somente foram descoberto poucos anos depois de sua publicação, tornando assim qualquer transfusão sanguínea um risco enorme (alias, Dacre Stoker, neto de Bram Stoker, escreeu uma novela gráfica sobre o futuro de Van Helsing e sua decadência, depois de dezenas de pacientes mortos graças a transfusões sanguíneas mal sucedidas), e para o resto do livro ele parece saber praticamente tudo sobre vampiros depois que suas suspeitas são confirmadas.

Nós vemos Van Helsing como um herói, ele é inteligente, tem a força de vontade para fazer aquilo que ele acredita ser o correto, não importando o quão terrível ou mortal possa ser isso. Ele é um homem ocupado, porém, dedicado a seus amigos.

Mas nem todas as características de Bram Stoker estão em Van Helsing. Dr. Seward tem o tipo de pensamento lógico, ceticismo e conhecimento em doenças mentais que nos mostra uma faceta mais sóbria de Stoker, além de seu fascínio pelos avanços tecnológicos e poder científico, mostra alguém que não aceitará algo só porque alguém contou para ele que é assim, ele precisa ver e testar para sequer considerar acreditar.


Lucas Coppio

Aspirante a escritor, leitor desleixado e desenhista frustrado. Apresentador do Vlog Li Finalmente, membro da "Tropa Lanterna Verde" e namorado grudento nas horas vagas..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Leitura// @destaque, @obvious //Lucas Coppio