libertinagem literária amenidades de uma vida urbana

movimentos fixos em pensamentos aleatórios

Roberta Iza Grau

  • 45759hd.jpg
    Junto estou, se feliz soul

    Costumo dizer que estar próximo é diferente de estar junto, juntos estamos quando queremos, próximos ficamos quando não há opção. Por isso que é tão importante e gostosa aquela sensação de querer ficar e tão gratificante o convite a permanecer, daí a alma feliz grita “eu quero ficar e fico porque é o que quero”.

  • egregore061.jpg
    Eu não preciso ter o gabarito do mundo

    Quantas vezes você deixou de aproveitar um ensinamento devido à inflexibilidade do termo “eu sei”?
    Suponho que inúmeras vezes você tenha realmente deixado de aprender algo por ficar com medo de perguntar e parecer ignorante. Imagino que muitos questionamentos ficaram sufocados e ao chegar em casa dúvidas surgiram, gritos calados que, em geral, retornaram e assombraram. Por que essa angústia surge?
    Estamos criando respondedores e sufocando os questionadores.

  • 4.jpg
    As aberturas que você dá definem a vida que você leva

    As aberturas que você dá aos acontecimentos e a forma como você encara as mais diversas situações está diretamente ligada em como será sua vida, em quais e quantos amigos manterão proximidade, quais os parentes que terão acesso a você, quais são os empregos que contarão com a sua presença, bem como os locais que não frequentará, as pessoas que não conhecerá, viagens e destinos que, devido a uma única escolha não farão parte do seu Know how de experiências.

  • arepa.jpg
    Em Roma, COMA como os romanos

    Em uma viagem precisamos ter duas coisas abertas: a mente e o estômago, uma vez que, quando estamos fechados para o novo não aproveitamos o que o local tem a nos oferecer. Partirei do pressuposto que os viajantes já estão com a mente aberta e o novo os encanta, sendo assim, o segundo diafragma a ser aberto é o estômago, pois, ele pode ser um fiel aliado ou um terrível inimigo, uma vez que a alimentação numa viagem é algo que pode fazer do passeio algo lindo ou terrivelmente desastroso.

  • La belle verte.jpg
    Filmes para pensar

    Os filmes são capazes de startar em nós os atarefados humanos os mais diversos sentimentos, existem aqueles que apenas passam, que têm duração média 120 minutos e que depois de terminados, não geram nenhum questionamento, nenhuma emoção, porém existem os que estarão presentes em nossas vidas durante um longo período, se não por toda ela.
    Os filmes pertencentes aos chamados cinemas alternativos, em grande parte, têm interesse no desabrochar do senso crítico, em fazer pensar, por essa razão eles têm ganhado mais espectadores e por assim ser, mais produções.