literal

Sobre sons, versos, silêncios e reveses.

Arthur Ribeiro

Espaço dedicado a literatura, música e filosofia. Escrevo aos domingos.

SOBRE O FRACASSO

Caminhos levam até as derrotas ou vitórias, e a felicidade se encontra, justamente, na intensidade vivida neste percurso.


aaaaa.jpg

“Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.”

O Poema em Linha Reta de Fernando Pessoa evidencia algo em comum aos homens; Numa sociedade criada e estimulada para o sucesso, o fracasso é uma ideia assustadora, preferimos varrer tudo para debaixo do tapete.

Acontece que nem todos conseguem o almejado sucesso - muitas vezes artificialmente incentivado por necessidades que não existem, e isso acarreta uma série de embaraços e frustrações por coisas que na essência nem precisávamos.

AAAA.jpg

Avançamos nas ciências e na tecnologia; encontramos novos planetas, aprendemos a encurtar as distâncias, aprendemos novos idiomas, criamos novas palavras, outras formas de nos comunicar, descobrimos tratamentos para doenças outrora graves e, ainda assim, não aprendemos a lidar com o fracasso, algo tão elementar para o homem.

Costica Bradatan em um artigo para New York Times intitulado In Praise of Failure discorria acerca da importância do fracasso. Em meio a uma análise fantástica, entre outras coisas, o autor nos mostra o óbvio: Não importa o quão bem sucedido ou quão campeão nos sentimos, somos projetados para falhar. E não há prêmio Nobel ou capa da Forbes que faça o corpo físico resistir à falha biológica inerente a todo ser vivo. Essa falha em comum deveria (ou poderia) desenvolver empatia maior entre os homens, mas o que vemos é uma busca desenfreada pelos acertos, deixando de lado as experimentações e obstruindo os olhos para as diversas vistas que perpassam o caminho, onde o fracasso é reprimido a todo custo e ao menor erro somos descartados.

Desconfio que futuramente nosso desafio seja tentar frear a ideia de homem-máquina.

Ao entender que falhar é condição sine qua non para o progresso e conquistas em todos os âmbitos, expandiremos os horizontes e aproveitaremos cada passo nos trilhos infinitos da imensidão, repleto de possibilidades. Buscar entender que o sábio que se esconde por trás do fracasso guarda importantes ensinamentos que nos guiará as conquistas.

Isto não é sobre vencer ou perder, é sobre entender que a vida é um pacote completo. Saber lidar com isso é essencial para nossa criação e que o maior sucesso do Sucesso é ser relativo. Viver consiste em fracassar. As vitórias efêmeras não resistem ao implacável juízo do tempo. No final das contas, o caminho que percorremos é o que poderá transformar a experiência da vida algo maravilhoso.


Arthur Ribeiro

Espaço dedicado a literatura, música e filosofia. Escrevo aos domingos. .
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 4/s/recortes// @destaque, @obvious //Arthur Ribeiro