luciana chardelli

As coisas mais importantes são banais.

Luciana Chardelli

Apaixonada por duas xícaras de café nublado em dias fortes.

Ato, Atalho e Vento

“ As coisas não saíram como havíamos planejado”


filme-Ato-Atalho-e-Vento.jpg

O recente filme de Marcelo Masagão, Ato, atalho e vento é um inventário de emoções. Inspirado, por “O mal-estar na civilização”, de Sigmund Freud, ou melhor, Ato, atalho e vento é “fruto do encontro do livro O Mal-estar na Civilização, de Sigmund Freud, com trechos de 143 filmes realizados em diversas épocas e lugares do mundo". Masagão deixa no espectador, não um mal-estar, mas uma sensação de que se tem nas mãos uma revista de caça palavras, um quebra-cabeça, uma aflição acelerada de quem deseja encontrar mais do que uma palavra, deseja encontrar aquilo que aquela imagem um dia nos deixou como referência. Missão quase inexecutável, porque não há a continuidade já conhecida, e num looping delicioso já estamos a caça de outra referência.

Caça Palavras é um passatempo que treina a sua habilidade de percepção, pois nele você deve encontrar palavras que estão escondidas no meio de várias letras que podem ter dificuldades diferentes. Em Ato, atalho e vento encontramos dificuldades diferentes e o conhecido nervosismo de quando não se acha a palavra.

maxresdefault.jpg

Enquanto assistia ao filme de Marcelo Masagão cacei palavras, títulos e lembranças, me deixei levar por tempos e sentimentos distintos, distantes e próximos. As imagens de fragmentos maravilhosamente editados de 143 filmes, embalada pela trilha arrebatadora de Eduardo Queiroz, Felipe Alexandre, Guilherme Rios e Wilson Sukorski, desconstrói e constrói referências amparada por uma descontinuidade deliciosa. E ao final o grande alívio: cada nome de filme é encontrado.

images-1.jpg


Luciana Chardelli

Apaixonada por duas xícaras de café nublado em dias fortes..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/cinema// @obvious //Luciana Chardelli