marcio sarge lounge

Crônicas de um dia após o outro.

Marcio Sarge

Escritor, produtor, diretor e co-autor da própria vida. Como disse o poeta de mim : "Tenho em mim todos os sonhos do mundo."

Se Deus não aparece é por pura bondade.

Guerra santa na internet. Todo conhecimento do mundo revelado. Invisibilidade versus bondade.
Reflexões teológicas acerca do esconde-esconde de Deus.


sistina1.jpg Parece que o mundo na internet anda dividido entre ateus e crentes, entre os seguidores de Dawkins e os seguidores de Cristo. A planfetagem religiosa, sempre atenta ao florescer dos novos tempos, se aproveita das redes sociais para converter o maravilhoso mundo novo das redes em fiel seguidor das escrituras cristã. Por outro lado, mas usando do mesmo expediente, estão eles, os ateus, que num fundamentalismo digno do cristão ou mulçumano mais devoto, se espalham pela rede, buscando converter, às vezes pela razão às vezes pelo ódio, tudo ao redor em descrentes.

Nada contra. Desde que o mundo é mundo, e isso dependendo de sua crença ou na falta dela pode variar a data, costumamos brigar por aquilo que no interessa, tentando sempre convencer o outro que nosso grupo está com a razão. Essa não é a questão, não hoje. Longe de mim, querer advogar a favor de Deus nessa causa, mesmo porque pelas premissas cristã ele é muito mais poderoso que eu, não precisaria de mim, mas uma acusação feita em forma de pergunta por um dos seus filhos órfão me fez pensar:

"Se Deus existe, porque ele não aparece logo ?"

É, porque não?

Não sou teólogo, mas me esforcei para ponderar sobre essa questão e cheguei a conclusão que sua invisibilidade se deve a pura bondade de Sua parte. Imagine se um belo dia, em toda sua majestade, Deus aparece e dissesse: eis me aqui. Haveria muito de tudo, loucos religiosos chorando e exaltando sua presença, alguns se ajoelhariam e pediriam perdão por isso ou por aquilo, outros por ambos. Teríamos também a manifestação de esquerda, ateus, agnósticos, fieis de outras alas e os demais que eu não conseguiria enumerar aqui. Esses, usando de toda inteligência e malicia, colocariam Deus numa roda viva, seria sabatinado acerca... bem acerca de tudo o que há, pois ele é tudo o que há. Fariam perguntas acerca dos céus e da terra, das galáxias e estrelas, do homem e dos animais e aos poucos, talvez aos muitos, todos os mistérios da terra seriam desvendados, toda ciência desembrulhada diante dos olhos de uma humanidade maravilhada. Todos os campos da humanidade não teriam mais o véu do mistério e quando acabasse sua sabatina, Ele sairia de cena deixaria a humanidade com nada. Nada mais haveria para nós. Não haveria mais razão para estarmos aqui, nada pra descobrir, pois tudo fora revelado, todos os mistérios teriam sido expostos. O fogo que nos alimenta teria sido extinto, o da curiosidade, da busca, do desafio. Não haveria mais livros de nenhuma natureza, pois em nenhuma natureza haveria mistérios. Assim, condenados ao nada existencial, caminharíamos por esse mundo sem propósito, sem eira, como zumbis, sedentos por um único segredo da criação. ateismo-matematico.jpg


Marcio Sarge

Escritor, produtor, diretor e co-autor da própria vida. Como disse o poeta de mim : "Tenho em mim todos os sonhos do mundo.".
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/recortes// //Marcio Sarge