margarida has strange appeal

a doce leveza de uma flor

Juliana Godoy

não defina o indefinível, não descreva o indescritível. Só em escrever já está contida toda a essência da palavra. Eu gosto de arte, música e poesia. Só isso já basta.

Don't Watch Me Dancing Little Joy

Aquela música que por determinação do destino ou não é a música que mais marcou o coração. A música dos apaixonados, dos obsessivos, um mantra da nova geração. "Don't Watch Me Dancing" pode ser tudo como pode ser nada: é a música que deixa seu coração à flor da pele.


5004997701_deedcdede6_z.jpg

Se você nunca ouviu a música, tudo bem. Não se trata de um dos clássicos como Wish You Were Here do Pink Floyd ou Imagine do John Lennon. Também não é atemporal, não é uma das músicas que entraram para a história como as músicas de Legião Urbana. Essa música também não é de protesto, não passa uma lição, ou algum tipo de revolta como as músicas do Rage Against The Machine, o rap engajado das favelas, as músicas de protestos de Geraldo Vandré ou Revolution dos Beatles. Então, por que essa escutar essa música? O que ela tem de interessante? Que música é essa?

A música é chamada Don't Watch Me Dancing - 10° faixa do CD da banda Little Joy. A banda é formada por Rodrigo Amarante - cantor e compositor da banda Los Hermanos -, Fabrizio Moretti, - baterista da banda The Strokes -, e Binki Shapiro. A banda Little Joy é um projeto paralelo dos compositores Amarante, Fab, e Binki que teve início em 2007. Essa música é leve, suave, e até melancólica, parecida com as outras músicas da banda. Quando você acaba de escutar, fica com a sensação de querer escutá-la mais vezes: essa música vicia. Por isso ela é especial, envolvente. Ainda mais por começar a letra com uma "Margarida".

Margarida has a strange appeal Sways between suitors on a broken heel Of course her desires they always mistook She'd rather've been scarred than be scarred with loathe

In conversation she often contends Costumes build customs that involve dead ends She found her courage in a change of scene This Sunday's social would be short its queen

All her best years spent distracted By these tired reenactments With the right step she'll try her chances Somewhere else

There he is a step outside her view Reciting the words he hoped she might pursue Night upon night a faithful light at shore If he'd only convince his legs across the floor

Please, don't watch me dancing Oh no, don't watch me dancing

Something changes when she glances Enough to teach you what romance is With the right step they try their chances Somewhere else

Please, don't watch me dancing Don't watch me dancing

Rodrigo Amarante conheceu o baterista Fabrizio Moretti durante um Festival em Lisboa, em 2006, onde as duas bandas - Los Hermanos e The Strokes - se apresentaram. Em 2007, quando Amarante foi realizar uma participação no CD de Devendra Banhart em Los Angeles, ele encontrou com Fabrizio e por amizades em comum ele conheceu Binki Shapiro. Os três resolveram embarcar nesse projeto paralelo pois já estavam escrevendo algumas músicas e então a banda gravou o CD em 2008 pela Rough Trade Records, com a ajuda do produtor Noah Georgeson que Amarante conheceu através de Devendra.

Don't Watch Me Dancing é parecida com a música Unattainable - 5ª música do CD. Isso porque quem canta é a Binki Shapiro. As outras músicas do CD quem canta é o Rodrigo Amarante. Shapiro dá uma leveza a música. Com a voz feminina, ela deixa a melodia mais doce, mais suave. A música segue um ritmo mais devagar, mais profundo. Canta o refrão: "Please, Don't Watch Me Dancing" e depois é repetido seguidas vezes. Essa música é uma obsessão, é um mantra. De tanto repeti-la ela continua sendo especial. "Margarida has strange appeal"

lj.jpg


Juliana Godoy

não defina o indefinível, não descreva o indescritível. Só em escrever já está contida toda a essência da palavra. Eu gosto de arte, música e poesia. Só isso já basta. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// //Juliana Godoy