margarida has strange appeal

a doce leveza de uma flor

Juliana Godoy

não defina o indefinível, não descreva o indescritível. Só em escrever já está contida toda a essência da palavra. Eu gosto de arte, música e poesia. Só isso já basta.

and if your dreams come true?

cenário hippie, anos 60, Yoko Ono e John Lennon. Uma ninfa índigo traz uma caixa marrom que toca música e mensagens são ditas no decorrer do texto.


então entrelacei os dedos e descobri que tinha um leve segredo pra contar. Aquelas levezas que só o coração entende. Fiquei intacta, não tive reação, que coisa aconteceu: meu mundo parou. De repente as coisas mudaram e tudo andou mais devagar. Escutei os pássaros sibilarem ao fundo, carros passavam na rua, fazia céu claro.

Vi de relance uma voz me chamar. Era John Lennon. Estava em seu auge hippie, cabelos longos, óculos redondos - identidade típica de John. Era o próprio. Era uma mistura de Lucy in The Sky With Diamonds, com Imagine All The People Living Life In Peace. Uma transfiguração de ícone e gênio entre nuvens coloridas. Era o sonho americano, o American Dream. A Ilusão fraterna do surrealismo rock n'roll. No meio de brilhos e sentinelas fosforescentes John chega e cita uma frase:

download.jpg

"Life is a Metaphor Of a Thunderbolt Metaphisics.If you want to recover your Peace of mind and soul you'll have to understand yourself better than any other person in the world. Don't underestimate the other. Don't Judge The Other. Be Brave. You have to be patient to yourself and, yet, you'll know what to do."

Ele pega uma folha seca no chão e entrega-a para mim. Eu agradeço, pego a folha, e sigo as mensagens de John como se fosse um Buda, meu mantra imaginário. Suas palavras soam como uma bíblia para minha alma. Entram em minha mente e me dão aquela sensação de esperança. "Será isso um sonho?"

Eu penso assim de relance. Lembro, então, da folha seca. O que será que ele quis dizer? Nessa hora uma linda ninfa índigo veio trazer um baú marrom escrito "Dreams are made of Stars". Quando eu abri o baú marrom começou a tocar todo o CD de John Lennon feito para Yoko Ono. "You may I'm a Dreamer, but I'm not the Only One. I hope Someday You Enjoy Us.And the World will live as one."

A música tocava. John estava vestido numa bata branca. Seu cabelo longo, e seu óculos redondo. A cena era uma magia à la movimento hippie dos anos 60. Entre folguedos, serpentinas e cores verde-esmeralda aparece Yoko Ono vestindo também uma bata branca com seu longo cabelo negro. John pegou na mão dela e disse:

"The love that we share can only be felt from our hearts. Our minds will give us creativity and imagination to reach the World with Love and Peace. We will have to spread love and kindness to the World around so that the people would treat each other as well as we do."

Após ter dito isto, John e Yoko foram se afastando no horizonte de mãos dadas. O céu era claro, os pássaros sibilavam, os carros passavam ao fundo. Enquanto isso fui ficando a esmo. Depois de tantas mensagens. A ninfa índigo veio para buscar o baú marrom. A música parou de tocar. A ninfa foi embora. Eu permaneci ali intacta, pensativa. Aquilo parecia um sonho. Um fato impossível. Um ato ilusório. Eu fiquei pensando: John & Yoko e o pure love dos anos 60. A imaginação do Dreams Come True americano.


Juliana Godoy

não defina o indefinível, não descreva o indescritível. Só em escrever já está contida toda a essência da palavra. Eu gosto de arte, música e poesia. Só isso já basta. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/musica// //Juliana Godoy