margarida has strange appeal

a doce leveza de uma flor

Juliana Godoy

não defina o indefinível, não descreva o indescritível. Só em escrever já está contida toda a essência da palavra. Eu gosto de arte, música e poesia. Só isso já basta.

tento falar (I)


images.jpgtento falar. tento dizer. porque o que eu sinto é tão profundo que transcende todos os movimentos ascendentes do Universo. o que eu sinto é maior. o que eu sinto nem eu sei melhor dizer. eu estou mas não estou. com0 querer sem ter. como dizer sem ter a palavra? eu escrevo porque o instante existe e nele eu declaro triste toda a minha insistência em tentar. a insistência em sonhar e desiludir e nunca conseguir. a tristeza de sempre esquecer. a tristeza de sempre querer mas nunca ter. a tristeza. a ausência. a solitude. a falta. o tudo. o nada. o paradoxo existencial. a insistência em nunca sentir a plenitude do amor. o desejo de Ser e nunca conseguir. o insucesso. o fracasso. a ânsia de sempre querer mas nunca ter. a ânsia de sempre sonhar sonhar sonhar sonhar sonhar sonhar sonhar sonhar e nunca. nunca mais realizar (?)

como eu queria dizer o que eu sinto. como eu queria. mas, meu bem eu não consigo. essa busca pelo eterno aprendizado é intransponível. é inatingível. é inaceitável. é impossível. a sensação fracassada de sempre desistir daquilo que amamos. a tristeza de nunca ter a mão solidária para nos aceitar em meio ao caos da sociedade. porque a aceitação é dura. difícil de superar. como um preconceito que nunca será superado. nunca será esquecido. sempre estará presente, acontecendo no inconsciente das pessoas. o preconceito febril que nunca será trespassado. a dificuldade de nunca conseguir Ser no mundo. no Kitsch perfeito. na sociedade. no mundo. no Universo. o que resta? as estrelas. o céu infinito. um mundo inteiro. e uma vida ínfima a ser vivida.


Juliana Godoy

não defina o indefinível, não descreva o indescritível. Só em escrever já está contida toda a essência da palavra. Eu gosto de arte, música e poesia. Só isso já basta. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// //Juliana Godoy