Larissa Soares

Escrevo para aliviar a mente, rir um pouco, talvez chorar, e entrar num mundo onde os problemas tornam-se inteiramente poéticos.

Mais uma reflexão sobre corações partidos

Perdeu o amor, perdeu o emprego, a hora de ir pra casa... Mas como eu sempre digo: Apesar de tudo, vale a reflexão.


tumblr_ln71oqynfs1qlcj40o1_500.jpg

Estava seguindo na estação, apressada, entrei no metrô lotado... E notei que ali você estava. Mas você quem? Não sabia seu nome, nem de onde era, se era algum assaltante planejando um roubo super cinematográfico, pois você tinha mesmo olhos de ator de Hollywood. Eu poderia ser uma vítima? Talvez. Imaginação era meu ponto forte. Na estação seguinte, você desceu. Eu, na próxima. Enquanto andava pelas ruas, cada vez mais apressada e atrasada, um parque com muitas crianças me passou rapidamente pelas vistas.

0-cei-espac3a7o-crianc3a7a-ganha-parque-infantil-25.jpg

De imediato parei, e observei, embora aquela cena já fizesse parte da minha rotina. Fui então em direção ao local, e apenas sentei-me em um dos bancos. Crianças entre sete e doze anos, aproximadamente, pulavam alegremente, corriam sem medo de cair. As mais pequenas e manhosas, caíam algumas vezes, apareciam com alguns arranhões, e iam em direção aos braços das mães chorar. Elas as pegavam no colo, acarinhavam e em pouco tempo elas já estavam correndo novamente. Das duas uma: Ou caíam e choravam de novo, ou aprendiam a se controlar nas pequenas corridas. As mães lançavam-lhes olhares atentos, preocupados, mas ao mesmo tempo, risonhos, pois é assim mesmo, “criança gosta de brincar”, elas falavam em meio às conversas. Então pensei, tão repentinamente como uma queda de criança, que adultos também gostam de brincar. Então conhecemos alguém, caímos de cabeça em um relacionamento, corremos tanto, dedicamos tempo... A algo sem sentido, sem verdade. E aí a gente chora, com o coração arranhado. Mas já não tem como ninguém acarinhar, tem de se curar sozinho.

54.jpg

Herdaram as brincadeiras de balanço, pula corda, gangorra, e agora brincam com algo mais difícil, mais complexo, mais doloroso. Parei e refleti: As pessoas devem pensar bem antes de se encantar pelo carinha gatinho do metrô no caminho ao trabalho. Ele pode ser mesmo um assaltante, planejando um roubo cinematográfico, um roubo de corações.

tumblr_li8gieUsVq1qfqkpjo1_500.jpg


Larissa Soares

Escrevo para aliviar a mente, rir um pouco, talvez chorar, e entrar num mundo onde os problemas tornam-se inteiramente poéticos..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// //Larissa Soares