João Cefali

Criador criativo de criações aleatórias

O VALOR DO SEU TEMPO

E se você só tivesse o tempo como moeda de troca? Vivesse onde os indivíduos parassem de envelhecer aos 25 anos e precisassem trabalhar, roubar, trocar, manipular para ganhar segundos, minutos horas de vida?


Será que alguém pode definir o preço do tempo? Existe um ser humano com tal poder para determinar quanto 'vale' o meu tempo? Já basta o tempo que se perde com ações rotineiras necessárias outras nem tanto, ações que só atrapalham a organização das atividades de real importância nas áreas da vida como a profissional, social, familiar, etc. Quanto tempo se desperdiça com frivolidades atreladas a sociedade moderna, que previne, de certa maneira, a evolução do ser humano em áreas que realmente são importantes, como educação, pessoal, mental entre outras.

tempo.jpg

Existe uma teoria metafísica que o tempo não pode ser 'medido' pois ele é eterno. Não tem começo nem fim. Alguns estudiosos dizem que o presente dura apenas 3 segundos. Depois disso, tudo que você presenciou é armazenado na memória, portanto se constitui no passado. Einstein dizia que não existe passado, presente e futuro, mas somente o momento presente. O passado é feito de lembranças e o futuro projeções, suposições, ideias, irrealidades. O real é o 'agora'. Eu acredito que o meu tempo é essencial para meu desenvolvimento, para meu aproveitamento diário para buscar de minhas metas, sejam elas quais forem. O tempo é meu mais valioso 'bem de consumo'. Não deveria ter preço. Mas tem.

viva-o-momento.jpg

Serviços são trocados por dinheiro. Escambo, troca, barganha, trabalho, chame do que quiser. Uma conotação depreciativa deste processo é prostituição. Troca de um serviço por dinheiro. Necessidade de ganhar para sobreviver, gastar, comprar, mostrar, ostentar. Kevin Baker no filme 'Beleza Americana' tem uma frase muito pequena mas de impacto profundo que diz 'Eu tenho sido uma prostituta para a indústria da propaganda por anos, mas agora a festa acabou.' Não poderia ser mais assertivo do que isso.

el_momento_presente.jpg

Pessoas que tem a necessidade de 'trabalhar' naquilo que odeiam o dia todo, devotam sua vida para uma ação que detestam, submissos a chefes, horários, ônibus, má alimentação, para pagar contas, guardar dinheiro para comprar o que for e assim por diante. Esquecem de viver. Ou esqueceram o significado de 'viver'. Jamais estou condenando essa atitude, eu faço parte desta massa. Ou pelo menos já fiz parte e é horrível. Mas necessário. O importante é estar sempre em busca de um melhor ambiente de trabalho, na medida do possível. Útopia? Não. Mudança de pensamento, questionamento, insatisfação forçam a pessoa a mudar.

submissao.jpg Submissão é uma droga que aliena, acalma e inibe a pessoa de agir.

O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego. Einstein

Neste filme 'O preço do amanhã (In time)' o tempo é a moeda de troca. Os indivíduos param de envelhecer aos 25 anos e precisam trabalhar, roubar, trocar, manipular para ganhar segundos, minutos horas de vida. Por trás desta realidade existe um sistema político que controla o 'tempo', ou seja a vida das pessoas. Os ricos vivem mais, confortáveis, podendo se tornar imortais, enquanto os menos afortunados devem correr atrás do tempo, literalmente.

intime-movie-clock.jpg

Fica aqui minha mera opinião. Dê valor ao seu tempo e aproveite cada minuto de sua vida, da maneira que mais lhe apraz.

O preço do amanhã. Trailer


João Cefali

Criador criativo de criações aleatórias.
Saiba como escrever na obvious.
version 7/s/cinema// //João Cefali