João Ricardo

Criador criativo de criações aleatórias

A Terra prometida de Stephen Tamiesie

Sua arte me faz perceber a infinitude da beleza natural e frisa, com todas os pixels, que somos apenas um visitante nesse mundo maravilhoso


Alguns de nós, reles mortais já fantasiamos sobre uma certa terra prometida que nos foi insinuada em algum momento de nossa interação com as mídias de massa.

promised land-05.jpg

A terra prometida

Então, qual seria a cara desta terra prometida? Seria esse um lugar inóspito, vazio, recheado de natureza por toda parte,? Ou seria esse um lugar para apreciarmos a real beleza do nosso planeta terra, com seus revezes e sua aridez dura, escassa e virtual sensação de liberdade?

A realidade da nossa natureza está em dedicarmos um período de nosso tão valioso e frívolo tempo para nos basbacarmos com a beleza da natureza que nos envolve com braços frios e raquíticos que envelhece e se perde mais e mais, conforme nossa interação com a natureza se torna mais predativa do que amigável.

promised land-01.jpg A beleza do incomum

Stephen Tamiesie nos mostra a beleza de lugares incomuns, que não tem estradas movimentadas muito menos luzes de neon para nos afastar da real beleza natural do nosso 'deterioando' velho novo mundo.

O que me chama a atenção, além da escolha do seu tema para esta série de fotografias, é o enquadramento bem estruturado, as cores opacas que refletem o meio em si, nu e cru sem aditivos que atrapalhem a minha percepção daquilo que simplesmente é, o real.

promised land-02.jpg

Além de seu olho clínico para a composição da fotografia, sua sensibilidade artística é muito grande. Stephen Tamiesie mostra uma relação íntima e frutiva com a mídia fotográfica. Mostra a vastidão do nosso planeta e também a beleza que nos é quase sempre negada pelas falsas decorações midiáticas que a sociedade desfruta futilmente.

As fotografias de Stephen Tamiesie tem uma composição forte e bem marcante, o artista enquadra somente aquilo que faz sentido para sua arte, as vezes colocando a figura humana como se fosse um coadjuvante, um mero acessório da natureza, o ser humano é uma parte pequena secundária do todo que o envolve na sua beleza estonteante.

promised land-04.jpg

Infinitude da beleza natural

Sua arte me faz perceber a infinitude da beleza natural e frisa, com todas os pixels, que somos apenas um visitante nesse mundo maravilhoso que insistimos em continuar maltratando cada vez mais até sua morte iminente num futuro mais próximo do que longe.

Retratando o ser humano desta maneira, até insignificante, tudo parece mais vivo e real quando o artista despe a sua arte de aditivos frívolos e fúteis que só empobrecem, em certos casos mal utilizados, a beleza da arte nua e crua, que recursos estes que ofuscam o viceral poder que todo tipo de arte tem de nos transportar para lugares que podem estar a nosso lado mas por algum motivo midiático estamos muito mais preocupados com smartphones e outras bugigangas frívolas.

Promised Land - Stephen Tamiesie


João Ricardo

Criador criativo de criações aleatórias.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/fotografia// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //João Ricardo