João Cefali

Criador criativo de criações aleatórias

O mundo das sombras de evan perkins

O expectador é levado a um mundo que pode ser, um mundo que está além daquilo que está sendo visto, um mundo sem fronteiras físicas. Os motivos de sua fotografia são usados como portas para o descobrimento de outros mundos.

No projeto “When light is put away”, a fascinação Evan Perkins pela astronomia fica clara e escancarada à luz da lua. Fotografar os céus a procura de mundos longínquos é uma prática que desperta a curiosidade de qualquer pessoa que não se contenta com aquilo que simplesmente vê.

Fotografar a noite é bem difícil. Mesmo assim, seja qual for sua intenção, a noite sempre extrai sentimentos e ideias que não são vistos a luz do dia. O ambiente noturno, banhado pela luz da lua, gera em suas fotografias uma paisagem celestial que propicia uma viagem para tempos e lugares ambíguos, onde mundos curiosos e fantásticos são, peculiarmente, parecidos com aquilo que é familiar.

Perkins_Evan_01.jpg

Existe nesse trabalho uma fina linha entre ciência, fantasia e arte. Olhar para o céu noturno parece uma expectativa de presenciar imagens celestiais. Devido ao grande número de filmes sobre “ficção científica”, a expectativa de poder presenciar algo de vislumbre celestial é algo comum de se pensar. Muitas fantasias podem passar pela mente daquele que se coloca na posição de espectador do universo.

8016(correct).jpg

Uma das principais ideias da ficção científica é a habilidade de colonização interplanetária. Mesmo que essa ideia possa parecer totalmente fora dos padrões cristãos, alguns conceitos como a de que a vida a terra pode ter sido originada pela vinda de certas substâncias em meteoritos, conceito que tem respaldo científico e faz todo sentido, passa a fazer parte da imaginação daqueles que vislumbram outros mundos fitando o céu noturno estrelado a luz da lua.

_MG_9804-1(color,needtofixbranch).jpg

As imagens mostram ainda um mundo isolado capturado em meio a uma aparência de construção e degradação. As estruturas artificiais são despojadas de seus contextos e destacam sua própria obsolescência. Usando a linguagem visual da astronomia e da fantasia, essa nova paisagem adota contradições de um senso de beleza virulento e destrutivo, revelando traços de resiliência natural, apesar de uma posteridade desconhecida.

DSC01146-1.jpg

Esse trabalho de Evan Perkins colabora para a discussão tão plausível atualmente que se refere ao fato de estarmos fadados ao confinamento planetário. Suas fotografias criam um mundo que borra as linhas que separam a realidade e a fantasia. O expectador é levado a um mundo que pode ser, um mundo que está além daquilo que está sendo visto, um mundo sem fronteiras físicas. Os motivos de sua fotografia são usados como portas para o descobrimento de outros mundos.

DSC00340-1(Sky_Fixed_Flatted)(tone_horiz13_vert7).jpg


João Cefali

Criador criativo de criações aleatórias.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //João Cefali