monólogos diálogos e discussões

Encontros (e desencontros) de ideias, coisas, pessoas, literatura, psicologia e cinema.

Luana Peres

Ser livre, leve e aberta as possibilidades. Já foi finita. Hoje, através dos seus escritos e delírios, preserva a pretensão de ser infinita e poder transformar o mundo

Escute sua dor

Escute sua dor e aceite seu ensinamento. Aprenda a lição e deixe que ela vá embora. A dor só vale até este ponto... depois disso, nada justifica o apego naquilo que te faz sofrer.


A dor é uma experiência desagradável, sensitiva, emocional e fundamental. Ela nos alerta para ocorrência de irregularidades em nosso organismo e permite que mecanismos sejam sinalizados cuidando da proteção do organismo lesado.

Parte integrante da vida, desde o nascimento até a morte, a dor aparece associada a aspectos físicos e psíquicos e tem a missão de enviar um recado importante que devemos parar para escutar.

A Última Ceia.jpg

A Última Ceia (Frida Kahlo)

Algumas vezes, você só precisará tirar os sapatos e afrouxar o cinto. Outras, terá que respirar melhor, se alimentar melhor, fazer exercícios, dietas, restrições, pausas...

Escute o que a dor quer te dizer! Pare e preste atenção no que ela quer te ensinar. Nenhuma dor é à toa. Toda dor tem um propósito. Escute sua dor. Aceite seu ensinamento. Respeite seu tempo.

1806-0013-rdor-15-02-0139-gf07-pt.jpg

Cama Voando (Frida Kahlo)

Somos desatentos. Vivemos a contradição do imediatismo diante da procrastinação e, estamos - dia após dia - fechando os olhos para nossas dores e tapando nossas bocas diante do que precisa ser posto pra fora. A dor do medo. a dor da rejeição. a dor da dúvida. a dor da saudade. a dor da mágoa. a dor do arrependimento. a dor do luto. As dores são sintomas! Sinais precisos de que algo não anda bem e não podem, de modo algum, serem ignoradas.

A Corsa ferida.jpg

A Corsa Ferida (Frida Kahlo)

Escute sua dor.

Respeite seu tempo.

Aprenda o que ela tem para ensinar.

Depois disso, dê adeus para o que te traz sofrimento e vá embora. Você segue, a dor fica.


Luana Peres

Ser livre, leve e aberta as possibilidades. Já foi finita. Hoje, através dos seus escritos e delírios, preserva a pretensão de ser infinita e poder transformar o mundo .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// //Luana Peres