musical insane

Sons em trânsito

Irene Leite

Jornalista. Prestes a fundar um jornal de música e com um livro prestes a ser lançado , falta-lhe apenas a arvore e o filho. Apadrinha causas (imp)ssiveis e adora histórias de pessoas comuns, shoppings e supermercados.

Head Music:”Diesel and gasoline”

As férias estão a acabar e como já não faço há muito tempo listas, vou apresentar-vos as músicas que não podem sair do meu mp4. Há artistas/bandas que têm direito a mais do que uma canção. Que posso dizer? Predilectos!


dj.jpg

Frank Zappa é daqueles senhores que está em loop. Não só porque me encontro numa fase de investigação para o cibermeio Som à Letra, mas também porque a sua personalidade e talento cativam-me. Ainda tenho muito trabalho pela frente. Joe`s Garage I´m the slime Muffin Man Dancin fool Bobby Brown

Também já estão bem familiarizados com a minha mais que simpatia por David Bowie. E é claro que o camaleão do rock não poderia faltar.

Day -in Day -out Time will crawl (pop dos anos 80) Yassassin I´d rather be high (viciante) Boss of me Width of a circle

Outra banda que adoro e que marcou a brit pop dos anos 90 são os Pulp com os seus temas irónicos e bem dispostos (mas atenção, que nem sempre foi assim). Ainda me recordo muito bem do concerto em coura há dois anos.

Bar Italia Common People Sunrise Feeling Called Love I spy

Outros meninos que simpatizo bastante são os Raveonettes . Aquele jogo de guitarras e vozes capta-me de imediato.

Uncertain times Bang Ode to LA Heart of Stone Love in a trashcan

O Iggy já é um partner . E Lust for Life, como já tiveram a oportunidade de assistir é um dos meus álbuns de eleição. Mas não só.

Tonight The passenger Louie Louie Candy Moonlight lady

Os Dire Straits são outra bela companhia. O álbum Making Movies (Hino ao amor aventureiro) marcou-me. Mas lá está, não só.

Skateaway Expresso Love Tunnel of Love Brothers in arms Romeo and Juliet

Os Rolling Stones nos últimos tempos têm-se tornado grandes companheiros. Os clássicos ajudam em 50 anos de concertos. Obra!

Heart of stone She´s so cold Sympathy for the devil Play with fire Anybody seen my baby?

Os Ramones há cerca de três anos eram os meus companheiros de eleição. E claro, ainda têm um canto especial.

Something to believe in Pet Sematary Poison Heart Sheena is a punk rocker I want you around

Dos Clash, nem se fala, companheiros de sempre. Destaque para os grandes álbuns Sandinista e London Calling. Police on my back This is England Washington Bullets London Calling Train in Vain

Já os Suede deram-me um dos melhores presents do ano : um grande álbum. É que não falha uma. Bloodsports Hit me Lazy Trash Animal Nitrate

Os Echo and The Bunnymen são simplesmente deliciosos. A música fala por si.

Silver The killing moon The cutter Lips like sugar Bring on the dancing horses E agora outros companheiros:

Gene Loves Jezebel-Motion of Love The Smiths-Ask Prince-Cream The Bolshoi-Tv man


Irene Leite

Jornalista. Prestes a fundar um jornal de música e com um livro prestes a ser lançado , falta-lhe apenas a arvore e o filho. Apadrinha causas (imp)ssiveis e adora histórias de pessoas comuns, shoppings e supermercados. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Rock// //Irene Leite