não matarás

O hediondo e banal

Paola Rodrigues

Concorda com Salinger, todos batem palmas pelas razões erradas

O corpo em contemplação de Eikoh Hosoe

O Fotógrafo japonês Eikoh Hosoe relata o Corpo como veículo de uma mensagem clara, que ecoa desde nossa criação, fazendo uso da beleza crua e do contraste de cada indivíduo que nasceu para a vida.


1902.jpg © Eikoh Hosoe

Talvez o meu movimento artístico preferido após o Impressionismo seja o Barroco. Definitivamente no quesito música, o Barroco ganha em disparada e Arcangelo Corelli tem um lugar em meu coração. Toda a opulência, a linha tênue entre a luz e escuridão, refletindo tão bem o contexto histórico, me faz chegar a plena conclusão que o ser humano está em seu auge quando encontra o contraste.

Preto e Branco. Delicado e Rústico. Fluído e Estático. Pleno e Errôneo.

3_EH_Embrace_Number_48_1971.jpg © Eikoh Hosoe

Linhas que nunca determinam, apenas apresentam mais e mais fatores para a completa contemplação.

Eikoh Hosoe começou seu trabalho fotográfico em 1950 no Japão pós Guerra, mas é com muita convicção que posso afirmar que o Barroco está lá, na obra de um oriental que reflete em cada imagem tamanha perturbação, tão apaixonadamente estruturado e sobreposto.

2343.jpg © Eikoh Hosoe

Bernini em sua obra, no começo de 1600 gritava em cada escultura questões emblemáticas de sua época, mostrando a carne, a imagem e semelhança de Deus que nos coloca tão abaixo de qualquer divindade, porque quando o homem é relacionado aos céus, se torna pequeno, um detalhe na grandiosa obra celeste. Uma racionalização no caos.

1145202576.jpg © Eikoh Hosoe

Questões que me tomaram tantas e tantas vezes enquanto contemplava cada fotografia de Hosoe, mas nada se comparado a Embrace, publicado em 1971, onde corpos se entrelaçam, no auge da vivacidade, abusando do contraste entre o humano e o divino, nossa "forma".

ehe-embrace_15_1970_gelatin-silver-print_-printed-c.jpg © Eikoh Hosoe

P1010010.jpg © Eikoh Hosoe

tumblr_lgyuettv9C1qahuhjo1_500.jpg © Eikoh Hosoe

tumblr_n0eo0aQKT81qa92mto1_1280.jpg © Eikoh Hosoe

Nada somos sem nossos tendões, músculos, pele, ossos, carcaça, uma limitação clara.

tumblr_n2k6ojIamh1qdrgo9o3_1280.jpg © Eikoh Hosoe

tumblr_mscdm33qEl1qg08uio1_500.jpg

O trabalho de Hosoe está exposto no SESC Consolação até o dia 3 de Maio e a entrada é franca.


Paola Rodrigues

Concorda com Salinger, todos batem palmas pelas razões erradas.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/fotografia// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp, eros //Paola Rodrigues