não matarás

O hediondo e banal

Paola Rodrigues

Concorda com Salinger, todos batem palmas pelas razões erradas

Devastação: série retrata o diálogo no olhar entre mãe e filha

Na série fotográfica "Devastação", a mineira Paula Huven registra o momento que o olhar de mãe e filha se encontra num espelho, expondo o vínculo que aprisiona e constitui o ser de cada mulher.


001_pat_devastacao.jpg

Por boas horas, encarei o ponto na tela em branco. Mesmo depois de ler e reler sobre o trabalho da fotógrafa Paula Huven, observar as imagens buscando algum início, a composição de um parágrafo que seja, nada consegui. No final, percebi porque era tão complicado escrever sobre a série, como mãe e filha, o complexo desatino de percepções e sentimentos entre o vínculo me abala.

Segundo Freud, o primeiro objeto de amor do filho é a mãe. Para a menina a busca se torna dolorosa, já que precisa encontrar aquilo que falta e assim vai em direção ao pai. Neste primeiro ato, inicia-se uma constante separação entre duas mulheres que necessitam uma da outra, um paradoxo daquilo que precisamos e somos. Tudo que não queremos deixar partir.

003_paula_devastacao.jpg

Jacques Lacan por sua vez, afirmou que Devastação é como podemos chamar o vínculo de uma mãe com sua filha. A prisão em que nascemos sem perceber. Como podemos abandonar aquilo que também nos completa? Barras de ferro impostas por vários termos, dentre eles o amor.

No trabalho de Paula, temos um mostra sincera do que esse vínculo gera entre mãe e filha. Ambas são colocadas na frente de um espelho, durante um tempo indeterminado, são fotografadas pela lente escondida no reflexo que guarda o segredo de duas mulheres unidas e separadas, quebrando as Leis da Física, ocupando ambas um mesmo espaço quando encontram o mesmo olhar.

007_sara_devastacao.jpg

O projeto foi contemplado com o Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais 2013, que selecionou 10 projetos em todo o país, sendo o único representante mineiro.

012_lolo_devastacao.jpg

Aos interessados em conferir pessoalmente, a exposição "Devastação" inaugura dia 17 de maio, sábado, das 10h às 14 hrs, na A.M Galeria de Arte. Porém, ficará aberta ao público entre o período que abrange 19 de maio a 7 de junho.

Você pode ver mais no site pessoal de Paula Huven.


Paola Rodrigues

Concorda com Salinger, todos batem palmas pelas razões erradas.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/fotografia// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Paola Rodrigues