nati nogueira

Para que o mal prevaleça basta que os bons façam nada. Edmund Burke

Natália Nogueira

Publicitária e pós-graduanda em semiótica, amante dos animais e da arte. Não sabe se aquietar e se arrisca a desenhar, pintar e cantar. Ama dormir e doces. Seu maior sonho é mudar o mundo.

Gênio surreal: Magritte, por favor!

Magritte-me! Magritte-se! Afinal, quem não quer tomar um pouco da água que esse gênio maluco tomou? O artista surrealista e, inquestionavelmente, um pensador, nasceu na Bélgica no ano de 1898.


De um “diretor de arte” da publicidade à pintura surrealista foi um pulo, e sua primeira obra, “Le Jockey perdu” mostou os traços que René seguiria: uma mistura de “realidade mágica” com pinura metafísica (alguém?) apoiada na arte de Chirico.

Tá, mas e daí? E daí que Magritte tinha muito mais pra mostrar do que aquela estética realista da arte da qual estamos acostumados. Uma pitada de mistério, com loucura e coisas impensáveis daquilo que a gente sempre pensa mas acha banal demais pra se discutir. Tcharã! Defini Magritte? Não... mas tentei.

Magritte1.jpg

Mais do que vistas, as obras dele têm que ser observadas, pensadas. Deixo pra você.

Magritte2.jpg

"The son of man", segundo o artista aguça a curiosidade de saber o que há por trás, aquilo que não podemos ver...

Magritte3.jpg.jpg

Isto não é um cachimbo. Afirmação metafísica, já que o objeto está sendo representado na pintura, apenas representa o mesmo e não pode sê-lo.

Ufa! Gostou? Tem muitas outras obras que vale a pena você conferir...


Natália Nogueira

Publicitária e pós-graduanda em semiótica, amante dos animais e da arte. Não sabe se aquietar e se arrisca a desenhar, pintar e cantar. Ama dormir e doces. Seu maior sonho é mudar o mundo..
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/artes e ideias// @destaque, @obvious //Natália Nogueira