no divã

Pequenos ensaios sobre psicologia e cultura

Marcelo Marchiori

Psicólogo clínico, especialista em imaginação ativa e interpretação de sonhos. Realiza atendimentos individuais e coletivos, além de ser articulista do blog de sua clínica terapêutica, Descobrindo Sonhos.

A sua cruzada moral não é tão justa assim...

Muitos de nossos movimentos populares precisam de terapia. Não importa se você se acha se justo e bom... para que exista justiça social é necessário democracia. Linchamentos morais ou "escrachos" são formas de se governar pelo medo. Precisamos meditar sobre isso.


frankenstein-1931-crop-1.jpg

Tento não puxar a sardinha para o meu lado... até por que nunca acreditei que a psicologia clínica era tão especial como alguns de meus professores e vários de meus colegas apregoavam por aí. Comunista de carregar bandeira que fui desde novo, tinha uma certa desconfiança do trabalho individual, me parecia tudo muito limitado perto das lutas coletivas. Mas devo admitir, em função de muitos acontecimentos recentes, passo acreditar que a clínica nunca foi tão importante.

Não passa um dia em que gente que se acha muito melhor que os outros arrota suas visões de mundo e dá ares [desculpa o trocadilho] de que aquilo deveria ser lei. Dentro do consultório vejo quem desaba do alto de suas certezas e isso acontece todos os dias.

O espaço da clínica, que há muito já é um dos poucos redutos onde se falar dos fracassos é possível, começa a se converter, também, em um dos raros espaços para poder se questionar sem medo. E quando digo 'medo' aqui, não é só de si mesmo... mas, principalmente, dos outros.

Tem sempre alguém que me diz: "que bom que aqui eu posso falar essas coisas sem ser julgado, avaliado..." E dizem isso de coisas muito simples, não são defensores do nazismo ou de orgias pansexuais nas praças e parques.

O fato é que parece que estamos vivendo em um daqueles filmes sobre o Frankenstein em que a população fica com tochas, garfos e facões contra tudo que não lhe for espelho, mesmo que estejam falando, apenas, de uma não certeza se a mais nova cruzada popular é tão justa assim...

Muita gente encontrará refúgio nos consultórios, isso me será bom para os negócios... mas não me sinto nem um pouco confortável em vivenciar esse filme. Se não somos capazes de um mínimo de movimento democrático e tudo se transforma em uma cruzada, não importa o quanto sejamos regidos por bom sentimentos... essa história não terminará bem.


Marcelo Marchiori

Psicólogo clínico, especialista em imaginação ativa e interpretação de sonhos. Realiza atendimentos individuais e coletivos, além de ser articulista do blog de sua clínica terapêutica, Descobrindo Sonhos..
Saiba como escrever na obvious.
version 5/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Marcelo Marchiori