Kavita Kavita

sempre acreditou que não deveria ter nascido carne e osso.
deveria ter amanhecido inverno

  • 2.jpg
    pequeno ensaio sobre bispo do rosário

    Um pequeno texto poético para tentar abraçar minúsculas centelhas da potência ética e estética de uma das mais enigmáticas e belas produções da arte contemporânea: a obra de Arthur Bispo do Rosário. Dono de quase todos os estigmas sociais de sua época (negro, nordestino, pobre e esquizofrênico), através do poder transformador da arte, se insurge contra um sistema violento e promovedor de invisibilidades, pondo por terra não só estes dispositvos, mas questionando também os próprios estatutos legitimadores da arte.

  • durer.jpg
    A melancolia de um cavaleiro das trevas

    Um ícone da cultura pop: Batman. Personagem criada há mais de 80 anos, transcendeu sua linguagem de origem, os quadrinhos, e hoje é indubitavelmente a mais reconhecida figura das HQ's. Suas recentes, e bem sucedidas, incursões pelo cinema, ajudaram a pôr em evidência este herói que, ao longos das décadas, passou por inúmeras transformações não somente estéticas, mas também de personalidade. Este artigo propõe jogar uma luz sobre as trevas desta personagem, tentando observá-la sob a ótica da melancolia que permeia sua existência, de forma mais ou menos flagrante, desde a sua criação em 1939.

  • her3.jpg
    Lars e Bianca, Theodore e Samantha

    É possível se apaixonar pelo simulacro? Este artigo mostra como dois filmes, "A Garota Ideal" e "Ela", afirmam que sim, e para além disso, elevam essa afeição a um novo status, nos fazendo refletir como esse laço é uma nova possibilidade de amar, prenhe de potência neste novo milênio.

  • DSC009761.jpg
    casa de bonecas, casa da dor

    O artista brasileiro Farnese de Andrade(1926-1996) dedicou sua vida a concretizar de forma plástica a existência de dor e sofrimento que é imposta a todos os homens sobre a face da Terra. Utilizando, em grande parte de suas obras, bonecas abandonadas e destruídas para representar a fragilidade dos corpos humanos fadados a morte e ao desaparecimento, o artista muitas vezes, numa espécie de transe ritualístico, as mutilava e calcinava lentamente para só depois as inserir em suas caixas e redomas de resina. As bonecas de Farnese dizem muito em sua mudez de corpo aniquilado: o que dizem?