noites na taverna

Opcional, já que tudo é relativo !!

Reizimar Muniz

Autora do livro de poesias "Eu, Moderno". Adora cinema, livros e amigos. (simples assim!)

GUERREIRA SEM NOME

(...) sou pecado original,
sou o santo do altar (...)


guerreira.jpg FONTE IMAGEM:http://2.bp.blogspot.com/-6Stz-2POzzA/T1jNGVplHaI/AAAAAAAAAa4/RbbKB2odiGY/s1600/guerreira.jpg

Meu corpo é templo de oração.

Aqui se ganha e se perde o perdão.

Sou virgem e prostituta,

porém sou da fruta que expulsa o mal.

Sou anjo e amigo protetor, meu corpo é uma dose de amor.

Minha alma é a salvação

"feríl" e gentil com uma faca na mão.

Sou feita de pedra e de pó,

sou o guia na escuridão,

sou a mãe que ama seus filhos,

esposa fiel, mulher e ladrão.

Minha alma é coberta com véu,

meu corpo é sempre exposto ao chão.

Sou o pecado original,

sou o santo do altar

e o afeto carnal.

Sou um anjo vestido de azul,

sou mulher e sou homem também.

Vim das próprias mãos de Deus.

Sou força ao norte e coragem ao sul,

sou a divindade maior do meu templo;

a única guerreira sem sangue.

Sou a deusa que eu mesma me fiz,

Sou a comida e a fome:

Eu sou a deusa sem nome.


Reizimar Muniz

Autora do livro de poesias "Eu, Moderno". Adora cinema, livros e amigos. (simples assim!) .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/// //Reizimar Muniz