Danilo Baldacini

A estética difícil eleva o espirito.
A excelência aparece no horizonte.

MENTE PERENE

Ressurge a esperança de vida eterna e lúcida. A ciência está avançando e nos custa menos do que cobramos dela, que é nada menos do que a manutenção da inovação em tornar a vida humana mais confortável e extensa.


5208773_700b (1).jpg

A tentativa de adiar a velhice intelectual parece estar com o fim iminente. Em 2002 foi retomada uma pesquisa de 1990 sobre o peptídeo bradicinina, que ajuda a regular a pressão sanguínea como medicamento, mas que está presente no corpo humano naturalmente e em maior concentração nas inflamações. Desde então, avanços importantes combinando a bradicinina às células tronco, mesmo às que não são embrionárias, gerando neurônios.

neurônios.JPGLink da imagem.

Para não causar falsa esperança, duas notícias ruins: Não há benefícios para uma pessoa saudável ter mais neurônios por causa da proporção em relação a outras células do cérebro (glias) – alguns cientistas acham inclusive que o homem chegou ao máximo de sua capacidade cerebral (aquele lance de usar apenas 10% da capacidade não passa de mito). E essa tecnologia está longe de ser utilizada em humanos por ter consequências imprevisíveis, entretanto é uma possível cura para doenças degenerativas e que com a idade fica difícil escapar como o mau de Parkinson que torna tão fatigante os momentos de lucidez antes da morte. Até novembro de 2011, a FAPESP investiu mais de dois milhões e meio em projetos referentes à terapia para a doença de Parkinson e suas bases.

A consciência da morte é essencial para o progresso pessoal e da sociedade. Porque é pela tentativa de evita-la, pelo sofrimento físico ou pela perda, que imortalizamos nossos feitos ou aumentamos nossa expectativa de vida movimentando a humanidade. Mas está chegando o momento da civilização encontrar outra motivação. Todo homem poderá ter consciência plena e vida eterna por meio da decodificação virtual do pensamento, prevista por muitos pesquisadores renomados, entre eles o neurocientista Miguel Nicolelis.

Bicentenário.jpgO homem bicentenário, filme de 1999.

Nicolelis é um dos maiores cientistas de todos os tempos, ficou em evidência exatamente por tentar ligar a mente humana a máquinas. Desenvolveu uma das tecnologias mais revolucionárias da atualidade, próteses de braços controlados por sinapses. Ainda deve ter gente cética que vê esse avanço como distante de um download de pensamento. Cada vez mais se prova que a natureza é regida por leis matemáticas, não há por que duvidar. E é numa tentativa final de desvelar o futuro quase evidente: Há até o ano em que um projeto com esse objetivo deva ser concluído. É o projeto GLOBAL FUTURE 2045.

global future.jpgLink da imagem.

2045 é o ano do prazo do final de um projeto completo e mais adequado à realidade atual. Entretanto em 2025 já poderíamos usufruir de uma transferência das memórias e do livre arbítrio para um software. O GLOBAL FUTURE 2045 é uma ideia não tão recente, mas revolucionária, com a iniciativa de Dimitri Itskov ao usar sua influência midiática e juntar cientistas e pensadores, que objetiva o download de pensamento em um autómato com figura humana. Eles avançam suas pesquisas de modo ergódico relevando até a opinião de órgãos que há muito eram impertinentes à ciência, os de cunho religioso; colocam em pauta discussões acerca do que é um comportamento natural ou genético, social trivial e social relevante. São mais de quatorze mil associados ao projeto e a previsão é de em 2015 a 2020 os haja cópias do corpo humano controlados remotamente pelo cérebro, em 2020 a 2025 ser possível transferir o cérebro ao ciborgue no fim da vida, em 2030 a 2035 transferir a personalidade individual ao cérebro artificial do avatar e de 2040 a 2045 ser dados holográficos.

dmitri.jpgO avatar de Dmitry e o próprio

Surpreendente ver a teoria da singularidade rumar agregando o ser humano. Melhor ser as máquinas dominando o planeta que testemunhar sua evolução.


Danilo Baldacini

A estética difícil eleva o espirito. A excelência aparece no horizonte..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/tecnologia// //Danilo Baldacini