nude but not naked

Reflexões sobre arte, imagem e hiper-realidade na contemporaneidade (e outras cositas más) ...

Viviane Rodrigues

Fotógrafa, docente, jornalista, apaixonada por arte. Passa a vida como "voyeur": olho no ecrã. Tem sempre disposição para prosa e poesia.

HISTÓRIA (PESSOAL) DE CENSURAS NA INTERNET

Minha experiência com os "reaças" na rede. Ou seria com a rede "reaça"?


Depois que eu "limpei" minha linha do tempo nas redes sociais, passei a ser menos denunciada por “posts impróprios”. Não, eu não sou a favor da violência contra mulheres, negros, nordestinos, LGBTs... Nunca fui pró-ditadura. Estou longe de ser “coxinha”, muito menos algum tipo de reacionária serial.

Eu faço fotos.Fine art nude photography, o que chamo, no meu caso, de "fotografia para adultos". Fotos de corpos humanos(uma parte do trabalho comercial e outra autoral) onde - porque meu trabalho é refletido não somente academicamente, porque sou professora, mas inclusive, politicamente – busco uma requalificação positiva do corpo.

Quando me perguntam porque estudo o corpo e o sexo - coisa que me surpreende - eu respondo, como não se interessar em estudar o tamanho da hipocrisia da humanidade que se deleita com o corpo e o sexo, mas que os trata de forma tão conservadora, constrangedora e mesquinha?

Eu sei que a força do discurso científico, Le Breton diz, transformou o corpo em simples suporte da pessoa, a matéria-prima na qual se dilui e sufocam as identidade(s) pessoal. Na TV, no cinema, nas mídias, muito de carne escrava. Meu projeto trabalha, não com os corpos dóceis tão bela e friamente enunciados por Foucault, mas com corpos libertos, humanos, iguais e diferentes; uma constelação de possibilidades. ... ... Pois então...

Censura, no entanto, qualquer trabalho que envolve a nudez sempre sofre e sofreu - vide " Origem do Mundo", de Gustav Coubert, pintada em 1866 e exibida em um museu pela primeira vez - pasmem! - em 1995. Quanto a censura ao meu trabalho, lembro bem, começou no SkyDrive - serviço da para armazenamento, sincronização e compartilhamento de dados em nuvem - anos atrás, que hoje é Onedrive. Usava-o para enviar provas de fotos aos clientes, ou seja, a parte comercial do meu trabalho e nada ousada, digamos. Não demorou para eu receber um e-mail deles dizendo que minhas fotos eram impróprias, de conteúdo pornográfico:

k25.jpg

1795617_10203284890460175_718305516_n.jpg

10847167_10205050180951334_7677976205255763417_o.jpg

10154143_10203201079604956_990742006_n.jpg

244053_4577772759497_1322247685_o.jpg

IMG_0559.JPG

1921987_10203174192292790_1153702280_n.jpg

IMG_0625 (2).JPG

1545871_10203180920981003_1591440287_nnn.jpg

O teor das fotos era mais ou menos o exposto acima. Para mim aquilo foi incompreensível.

Respondi explicando que era fotógrafa, que usava o meio para partilhar imagens com clientes e blábláblá. A resposta foi automática. Continuei trabalhando e usando a ferramenta. Mais uma acusação e ameaça. Bloqueio da conta. Escrevi para todos os e-mails disponíveis em inglês e espanhol, além de português para explicar o conteúdo do trabalho. Nada de respostas. Deixei, claro, o serviço.

Em pleno século XXI, depois da "faxina" obrigatória nas redes sociais para não ser mais bloqueada, retirando potenciais "denunciadores", vejo o fantasma aparecer de novo. rsrsrs. Tenho também um blog de poesi - não somente erótica - há mais de cinco anos que usa, igualmente,as imagens que produzo. Já fui alertada uma vez, e me avisaram para colocar o tal aviso porque, afinal, eu também falo de corpo e sexo e desejo e isso é aviltante para muita gente...

blogger.jpg

Quando permiti a exibição deste aviso, não deixei de sentir a humanidade cada vez mais infantilizada e idiotizada.

Agora, recebi do Blogger/Google a seguinte mensagem:

"Prezado usuário do Blogger,

Estamos escrevendo para informá-lo sobre uma futura alteração na Política de Conteúdo do Blogger que pode afetar sua conta.

Nas próximas semanas, não serão mais permitidos blogs contendo imagens ou vídeos de nudez explícita ou sexo explícito. A nudez apresentada em contexto artístico, educacional, científico ou de documentário ainda será permitida, bem como em situações em que houver outros benefícios substanciais para o público se medidas sobre o conteúdo não forem tomadas.

A nova política entrará em vigor no dia 23 de março de 2015. Depois que essa política entrar em vigor, o Google restringirá o acesso a qualquer blog identificado como em violação da política revisada. Nenhum conteúdo será excluído, mas somente os autores do blog e as pessoas com quem eles tiverem expressamente compartilhado poderão ver o conteúdo que tornamos privado.

Nossos registros indicam que sua conta pode ser afetada por essa alteração na política. Evite criar um novo conteúdo que viole essa política. Além disso, solicitamos que você faça as alterações necessárias para conformidade no seu blog existente o mais rapidamente possível, para que não haja nenhuma interrupção no serviço. Também é possível optar por criar um arquivo do seu conteúdo por meio do Google Takeout (https://www.google.com/settings/takeout/custom/blogger).

Veja mais informações aqui (https://support.google.com/blogger?p=policy_update).

Atenciosamente, A Equipe do Blogger"

Não publicito o blog, embora muitos cheguem até ele. Geralmente compartilho com pessoas que acredito, gostam de poesia adulta e madura, além de fotografias para adultos. Também não compartilho por conta da qualidade do ódio que vemos nas redes sociais. Exercito no blog meu livre direito a liberdade de expressão sobre a vida, sobre o amor, sobre a dor, sobre a contemporaneidade e sobre fotografia. Só isso. Nada de violência. Nada humilhando, nem constrangendo.

Neste momento volto a questionar, ainda mais depois desta correspondência do Google: QUEM JULGA O QUE É ERÓTICO, DE ARTE, OU PORNOGRÁFICO HARDCORE E OFENSIVO (haja vista que nem todo hardcore é ofensivo, como o pornô feminista)? QUAL É A FORMAÇÃO DO INDIVÍDUO NO GOOGLE PARA AVALIAR UM SITE E DIZER SE AQUILO TEM CONTEÚDO ARTÍSTICO OU NÃO? O QUE É EXPLÍCITO? Sem esquecer que vivemos no país que elege Bolsonaro, Feliciano, Eduardo Cunha e companhia e também sem entrar em outros aspectos de questões como: o que é erótico e pornográfico?

Com certeza, me parece, que esse pessoal, vê as coisas muito diferentes de mim. Desculpem, povo, mas ofensivo para mim é isso (fotos do espetacular Don McCullin):

donmccullin5-600x600.jpg

16-ontheedge2.jpg

Então, vamos parar de hipocrisia. Não vamos julgar o que não somos capazes de compreender. Não há nenhum tipo de desrespeito na Arte, afinal, no caso, eu retrato o que já possuímos. Por que não ter vergonha do corpo desqualificado que aparece nas mídias? E afinal, muita gente pode ter - ou deseja ter - uma:

foto2ab.jpg

E com certeza, todo mundo tem um:

IMG_0353 copyc.jpg

Ou seria esse?

996523_10201389310391858_617138312_n.jpg

Ops, ou ainda esse?

1186700_10201722932292197_1176957883_n.jpg

Fique com o que lhe aprouver. Só não denuncie. Não perturbe. Não curtiu? Mude de site. Quanto ao Google? Lamentável. (Vamos ver quanto tempo meu blog ainda vai durar...)

[Fotos: © Viviane Rodrigues Todos os direitos reservados / All rights reserved]


Viviane Rodrigues

Fotógrafa, docente, jornalista, apaixonada por arte. Passa a vida como "voyeur": olho no ecrã. Tem sempre disposição para prosa e poesia..
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/recortes// @destaque, @obvious, eros //Viviane Rodrigues