o eremita laranja

Sublimações, bar e restaurante

San Ramon

... E um Mai Tai, por favor.

Tatsumi e sua forma dramática

A humanidade em linhas fortes e negras
A crueldade e a beleza
Um homem do seu tempo
fora do tempo.


tatsumi-image.jpg

Como um menino sensível deve reagir ao maior ato de violência cometido por homens contra homens?

bombas-atomicas-em-hiroshima-e-nagasaki-7.jpg

Tatsumi cresceu em um Japão ocupado. Um país derrotado em seus orgulhos, devastado, dessacralizado, subitamente readmitido. Após a grande derrota mais um entre os vitoriosos. A ocupação americana duraria de 1945 ao ano de 1952. A influência americana até o dia de hoje. Da rápida modernização nacionalista ao modelo multinacional. Da tradição destruída aos sonhos da futurologia robótica. Entre o passado e o futuro, no presente um luto ausente – presente nas reflexões estéticas de vários autores japoneses da segunda metade do século passado, Yukio Mishima, o melhor exemplo. Em toda a arte de Tatsumi vemos a vontade de revelar lados ocultos, emoções fortes e elementos invisíveis da sociedade. Cedo despertaria suas inclinações artísticas e sociais.

tatsumi.jpg

O Japão tem uma longa e peculiar tradição de artes performáticas e de narrativas visuais, mas com Osamu Tezuka a nova noção do entretenimento industrial surge o fenômeno dos mangás. Tezuka vai além de suas influências ocidentais (e do Ocidente) no desenvolvimento de um grande mercado produtor e consumidor de revistas em quadrinhos, logo animações, longas metragens e curtas, categorias e disciplinas de arte. Apenas no começo dos anos 80 o Ocidente revolucionaria o mercado dos quadrinhos desenvolvendo ampla aceitação, especialmente no importante público americano, dos quadrinhos de foco adulto (juvenil) e experimentais – importante citar aqui o Comics Code Authority e o seu efeito nos quadrinhos adultos americanos durante várias e importantes décadas de evolução da mídia.

Tatsumi foi mais um dos “filhos de Tezuka”. Começou como vários outros publicando em locais públicos e bibliotecas, mandando seguimentos de quadrinhos para as editoras, orçamento por demanda e edição simplificada. Formato ainda presente no mercado japonês. Mas ele foi um filho rebelde. Mais longe na abordagem “adulta”, consciente, crítica, a seriedade dos traços e os temas polêmicos. Figuras dramáticas, acontecimentos reais, sofrimentos reais, Tatsumi tematicamente e esteticamente procurava estabelecer uma arte do comum em contrapartida ao modelo de mangá infantil e otimista. A categoria hoje chamada de Seinen começava com o Gekiga – Formas Dramáticas – dos trabalhos dele. O efeito do Gekiga foi avassalador. No final dos anos 60 mesmo as crianças de Tezuka procuravam algo diferente e mais elaborado, um novo público, agora também produtor, encontrava em Tatsumi as suas inquietações e inclinações. Duas grandes revistas de renome mundial influenciadas diretamente pelo seu estilo: Lobo Solitário e Vagabond. Todos os mangakás dos anos 70 em diante. Comics dos anos 90, o selo Vertigo, antes, Cavaleiro das Trevas, Evangelion, Matrix, Tatsumi está presente em algumas das suas obras favoritas, amigo leitor.

tumblr_mhm875bDO61rhjbado2_r2_1280.png

O primeiro destaque é “Hell”. Trabalho memorialista sobre a devastação das bombas atômicas pela ótica de um velho jornalista ingênuo. Retratos de ruínas e pequenas esperanças possíveis (?) que o tempo não pode curar. Como esquecer a dor? Como esquecer das sombras pulverizadas nas paredes? Viva influência de Tezuka em um contexto social realista.

PushManCover.jpg

De uma fase intermediária eu cito The Push Man and other stories. Coletânea que aborda a vida marginal e noturna de Tokyo (ou não só de Tokyo), humor negro, perversão sexual e a moralidade aceita ou inalcançada. O homem – o instinto masculino - e a urbanidade moderna. Elementos invisíveis, emoções fortes e lados ocultos.

a-drifting-life-cover.jpg

E A Drifting Life. Autobiografia fictícia narrada através de histórias e “estórias” íntimas, criações literárias e sonhos. Arte pura e memória. Experimental e intenso. Mangá e animação - Tatsumi (2011). Tatsumi Yoshihiro não perdeu a chama e despertou em cada um dos seus leitores profundas emoções e pensamentos até o final dos seus dias. Uma bela existência.

Tatsumi--007.jpg


San Ramon

... E um Mai Tai, por favor..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/literatura// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //San Ramon