o grito mudo

sobre tudo aquilo que carrego em mim

Mariana Carolo

a dona de mil galáxias

Os pôsters da Unidade Popular chilena


No começo da década de 1970, ocorreu no Chile o que parecia ser a concretização de uma velha utopia política. Após unirem-se, os partidos de esquerda, congregados na chamada Unidade Popular, conseguiram eleger um presidente, o médico Salvador Allende.

allende.jpg Salvador Allende

Em seu mandato, Allende e equipe colocaram em prática um programa que previa a redistribuição da renda, a nacionalização das grandes indústrias, a reforma agrária etc. Era um socialismo pacífico e democrático se tornando realidade. Não por acaso, vários dos indivíduos que fugiam das ditaduras que então assolavam a América Latina rumaram para o Chile. Já que, migrando para lá, eles escapariam da repressão de seus países e, ainda por cima, participariam de uma experiência que enxergavam como única...

Porém, vivia-se a época da Guerra Fria e, logo, as medidas da Unidade Popular começaram a ser vistas como uma "ameaça vermelha" à integridade da nação. Assim, devido ao temor de o Chile se tornar uma nova Cuba, em 11 de setembro de 1973, as Forças Armadas, comandadas por Augusto Pinochet, mergulharam o país em um regime militar que durou 17 anos. Foi apenas em 1990 que os chilenos respiraram novamente ares democráticos.

Flag_of_Chile.svg.png

Para melhor entendermos o que foi a Unidade Popular, vale a pena conhecer os pôsters publicitários de quando governaram. Com frases de efeito e composições coloridas e interessantes, tais peças nos contam um pouco mais sobre quando a esquerda latino-americana acreditou que estava construindo outro mundo. Veja algumas das propagandas institucionais abaixo:

afiche16_fs.jpg

afiche2_fs.jpg

afiche18_fs.jpeg

afiche19_fs.gif

afiche20_fs.jpg

colne_fs.jpg

afiche22_fs.jpg

afiche11_fs.jpg

afiche25_fs.jpg

Mais aqui "http://www.salvador-allende.cl/Unidad_Popular/afichesUP.html"


Mariana Carolo

a dona de mil galáxias.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/// @destaque, @obvious //Mariana Carolo