o grito mudo

sobre tudo aquilo que carrego em mim

Mariana Carolo

a dona de mil galáxias

Nove filmes infanto-juvenis dos anos noventa

Recordar é viver


anos 90.jpg

1, Meu primeiro amor (1991):

Duas crianças solitárias, uma delas Macaulay Culkin (ainda fofinho e longe das drogas), descobrindo os sentimentos juntas... O final fez muita gente chorar:

2, A Bela e a Fera (1991):

Os desenhos da Disney fazem parte da nossa infância, sendo difícil escolher uma única animação. Dentre as inúmeras películas, a Bela e a Fera se destaca por ensinar as crianças que devemos enxergar além das aparências. E também por mostrar que ler é muito legal:

3, Querida, estiquei o bebê (1992):

Rick Moranis é um cientista que já tinha encolhido os seus filhos em Querida, encolhi as crianças (1989). Nessa continuação, ele transforma o seu caçula, o bebê Adam, em um gigante que nem o exército americano conseguiu parar. Completa a trilogia Querida, encolhi a gente (1997):

querida.jpg

4, O Jardim Secreto (1993):

No início do século XX, uma pequena órfã vai morar na mansão do seu amargurado tio. Lá, ela descobre um imenso jardim abandonado. O espaço acaba se tornando um mágico refúgio, que protege a protagonista da dor da realidade. Um filme comovente e que, ainda hoje, nos faz desejar ter o nosso próprio jardim secreto:

5, Jurassic Park (1993):

Spielberg, com a sua megalomania, conseguiu aqui o feito – que na época beirou o extraordinário - de recriar os mais diferentes dinossauros. O seu T-rex até hoje é de tirar o fôlego:

6, O Pequeno Grande Time (1994):

A clássica disputa entre perdedores e vencedores. Muito futebol americano. Um final que fez várias crianças, principalmente aquelas que sempre eram as últimas a serem escolhidas na educação física, sorrirem. E conta com Rick Moranis no elenco:

o pequeno grande time.jpg

7, Gasparzinho (1995):

Christina Ricci, como a filha de um terapeuta de fantasmas, se torna a melhor amiga de Casper, o fantasminha camarada. As crianças de hoje dariam risadas dos então “efeitos especiais”. Mas as crianças de 20 anos atrás ficaram vidradas. E a cena do baile fez muitas meninas suspirarem:

8, Jumanji (1995):

A única coisa a dizer - quem não desejou jogar Jumanji? Como curiosidade, a garotinha protagonista é a Kirsten Dunst:

9, 10 coisas que eu odeio em você (1999):

Versão pop para o clássico shakespeariano A megera domada. Conta com Heath Ledger, aqui um jovem galã em ascensão.


Mariana Carolo

a dona de mil galáxias.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/cinema// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Mariana Carolo