o grito mudo

sobre tudo aquilo que carrego em mim

Mariana Carolo

a dona de mil galáxias

Le Loyon

Um mistério sem solução


Na Suíça, em Maules, ao longo da última década, um homem desconhecido saía do interior da floresta da região para marchar sempre o mesmo caminho. Capa militar, botas e uma máscara de gás era, invariavelmente, o seu vestuário. O indivíduo nunca disse uma palavra em público e, por se ignorar a sua identidade, tal ganhou a alcunha de “Le Loyon”.

topelement.jpg Única foto conhecida do Le Loyon

Dos relatos de encontros com o Loyon, o medo, angústia e asco que ele causava são os elementos que mais se destacam. No entanto, a polícia local não tomava nenhuma providência contra a figura com a justificativa de que o que ele fazia era mórbido e esquisito, mas não ilegal. E assim o tempo foi passando...

loyon.jpg

O mistério do Loyon foi ganhando repercussão, passando a ser chamado de “resposta suíça para o monstro do Lago Ness”. Com a fama, passou a acontecer uma espécie de caçada: autoridades, mídia e curiosos, todos dispostos a solucionar o enigma. Até que o próprio Loyon anunciou o seu suicídio simbólico.

máscara le loyon.jpg

Máscara deixada pelo Loyon

Em setembro do ano passado, encontrou-se uma carta, além das roupas utilizadas pelo Loyon. O autor da missiva, com referências à Sade e Masoch, dizia nunca ter feito mal para ninguém e que era a mídia que estava criando um monstro. Também afirmava estar matando o personagem por medo do que poderia ocorrer com ele. No mais, sem maiores explicações.

Por que o Loyon fazia o que fazia? Quem era o homem por trás da máscara? Qual era a sua história? São tantos mistérios, talvez para sempre, sem solução... Mas, desse curioso caso, podemos tirar a lição de que a vida real, muitas vezes, supera a ficção.


Mariana Carolo

a dona de mil galáxias.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Mariana Carolo