o olhar amor na arte após o fim da arte e da filosofia

Veja ao seu redor - a saída existe e está em tudo e em todos nós

Contreraman

Antes:
E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem.

Depois:
Vale o que tem amor.

Agora é de outra forma

Você me persegue nas ondas. Cuidado que pode acabar se afogando.


12431212_10208573400551316_1451266950_n.jpgAgora que você pisou na bola, e meio que me persegue nas ondas da web, eu te digo que se algo vier a acontecer entre nós, agora, será de outra forma.

Porque tudo o que eu tinha a dizer eu já disse. Eu já te disse, por exemplo, que você não me ouve. E te mostrei. E te dei exemplos. E te disse também que o que você me disse, durante todos esses meses, poderia ser, sim, muito bem encarado como foi. Como manipulação, como tentativa de achacamento, como tudo. E agora a isso, a exatamente isso, não há mais em mim qualquer espaço.

O que é muito chato.

Pois será chato demais, agora, ter que te mandar embora caso você retorne com o mesmo papo. Agora que você conseguiu o que queria. Agora que você já o teve para si. Agora que você percebe o quanto me teve nas mãos, e não guardou, não cuidou, não agasalhou. Será bastante chato. E sabe uma coisa? Já estou até vendo. E até isso é chato demais.

Você vinha sem avisar; chegava e falava dos outros; me interrompia e dizia que era preciso fazer algo; eu te dizia para deixar para lá; você insistia, trôpega, e eu até entrava na tua; aconteceram coisas e o que você queria assumiu para você o lugar que efetivamente tinha; você nunca mais se lembrou do que fez. Simplesmente teve seu lucro e agora diz que a vida é só para a frente. Fácil.

Hoje comigo será diferente. Será de outra forma, e de uma forma só minha.

Você me persegue nas ondas. Cuidado que pode acabar se afogando.


Contreraman

Antes: E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem. Depois: Vale o que tem amor..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Contreraman