o olhar amor na arte após o fim da arte e da filosofia

Veja ao seu redor - a saída existe e está em tudo e em todos nós

Contreraman

Antes:
E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem.

Depois:
Vale o que tem amor.

Para amar, é preciso querer de verdade; não se mente ao coração

Quem não estiver aberto para amar, não poderá amar, mesmo que seja isso o que uma pessoa mais quer no mundo. Porque estará mentindo.


1146719_526414674098652_82769233_n.jpgAmor é algo do coração. Não se pode mentir ao coração. O que o coração quer, tá feito, ele quer. Se ele não quer, não adianta fingir ou tentar mentir. Cedo ou tarde isso virá à tona, pelo bem ou pelo mal.

É que nem amizade. Uma pessoa é amiga de outra se o seu coração lhe diz isso. Se surgem novas situações, e o coração parece balançar, ou seja, se a amizade tende a perigar, é porque a amizade não era tão sincera assim. Ou talvez nem fossem tão amigos, ou amigas, quem sabe.

Com o amor romântico acontece a mesma coisa. Para amar basta amar, dizem. E é bem isso. Não dá para forçar o amor. Assim como não dá para querer amar pela metade. É óbvio, porém, que todo amor começa de um jeito e evolui ou involui. Mas, no que há de mais importante, permanece o mesmo. Permanece amor.

Para amar, então, é preciso estar aberto para isso. Não basta ter condições de e não querer, lá no fundo, lá nas profundezas do coração. Não basta também dedicar-se diuturnamente, cansar-se nesse esforço, se lá no fundo do coração não se quer amar.

Claro que muitas vezes há receio de amar para não sofrer. Ou há mesmo impedimentos, como condições específicas, que podem dificultar o amor. Tudo isso precisa ser levado em conta. Mas no fundo só ama quem quer, de coração, amar.

Nesse sentido, não adianta dizer que ama e não arranja alguém. Claro que isso pode acontecer. Mas minha experiência me diz que o que mais acontece é o inverso, qual seja, gente que reclama que ninguém a ama, quando na verdade não quer amar - pode querer outra coisa, tipo sexo, ou uma amizade colorida (e tudo bem, nada contra).

Para amar, é preciso mais que simplesmente se dispor a amar, por gestos ou ações. É preciso querer de coração. E isso não é tão simples assim. Muitas pessoas, que estão sozinhas agora, não querem realmente amar. Querem passar bons momentos, ou quem sabe uma ou outra noite de sexo. Mas amar exige mais, e muitas pessoas, sabendo disso, mentem, e dizem que querem amar, quando isso não é bem verdade.

É fácil mentir em questões de amor. É fácil reclamar que não se tem um amor para si. É fácil dizer que a culpa é de outrem, que retirou em nós a vontade de amar (por algum sofrimento anterior). Mas é impossível mentir ao coração. Só vai amar quem realmente abrir o coração para isso.

É como na religião. É preciso crer para ter. Se não acredita, não adianta.

E apenas acreditar no amor, de certa forma, é amar.

10-Reasons-Why-The-Journey-To-Find-Your-Love-Is-More-Important-Than-The-Love-Itself.jpg

Imagem: 10-Reasons-Why-The-Journey-To-Find-Your-Love-Is-More-Important-Than-The-Love-Itself


Contreraman

Antes: E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem. Depois: Vale o que tem amor..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Contreraman
Site Meter