o olhar amor na arte após o fim da arte e da filosofia

Veja ao seu redor - a saída existe e está em tudo e em todos nós

Contreraman

Antes:
E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem.

Depois:
Vale o que tem amor.

Faltam políticos, sobram oportunistas

Todo ano é a mesma coisa. O voto é a mercadoria da vez, e em busca dele surge todo tipo de sujeito, propondo qualquer coisa por ele.


politicianmmm.jpgEste ano, em que a Lava Jato está a todo vapor, percebemos que todos os políticos conhecidos parecem estar envolvidos. Surge a impressão de que faltam políticos que façam jus a seu nome - ou a seu cargo.

Nesse momento é que percebemos que conhecemos muitas pessoas de bem, mas que por algum motivo não querem se meter na política.

Vemos então que os políticos que querem nosso voto não têm cara de gente decente. Dizem parecer ser decentes. Mas não parecem. São oportunistas. Aproveitam o momento para querer algo de nós e não oferecem nada em troca. Não oferecem nada que convence.

Mas a política é feita por pessoas comuns. E qualquer um, salvo engano, pode entrar na política.

Como distinguir aquele que é feito para a política, aquela que cumpre os desejos dos cidadãos e os oportunistas, os que só olham para si próprios?

Veja o que aquela pessoa JÁ fez por você. Veja aquele empresário que já trabalhou pela comunidade. Veja aquele profissional que JÁ fez algo pelas crianças ou pelos colegas ou pelos condôminos de seu prédio ou de sua vizinhança.

Vote naquele que JÁ fez algo por você. Dê retorno àquilo que você já teve, àquilo de que você JÁ usufruiu. Só assim terá um retorno por aquilo que já pagou. E poderá cobrar por aquilo de que irá precisar.


Contreraman

Antes: E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem. Depois: Vale o que tem amor..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Contreraman
Site Meter