o olhar amor na arte após o fim da arte e da filosofia

Veja ao seu redor - a saída existe e está em tudo e em todos nós

Contreraman

Antes:
E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem.

Depois:
Vale o que tem amor.

O valor da opinião

Quando fiz jornalismo na faculdade, meus modelos eram jornalistas polêmicos e/ou iconoclastas, ou seja, luminares da liberdade de expressão e polemistas de forma geral. Essa pegada nunca me abandonou enquanto ideal, mas venho mudando um pouco de postura por alguns motivos, que elenco a seguir.


156933.jpgO brasileiro de forma geral não aprecia muito gente que tem opinião forte. Por um motivo bem claro: geralmente, por detrás de tanta opinião, escondem-se pessoas ambíguas, ou pouco firmes em seus atos, e portanto a gente sente que está mais sendo enganado que divertido ao ouvir tais pessoas.

Noto isso claramente em pessoas comuns. Elas tendem a não dar muita relevância a gente polêmica. O brasileiro na verdade, talvez por ser desconfiado, permanece a maior parte do tempo calado, ouvindo, para tentar descobrir realmente quem é aquela pessoa que fala tanto.

Por outro lado, noto existirem muitos assuntos em que as pessoas querem ouvir alguém que parece saber mais. Ora são psicanalistas, ora professores, ora diretores de empresa, as pessoas querem ouvir pessoas com opiniões consistentes. Nesse sentido, parece existir realmente muito espaço, na imprensa, de forma geral, para pessoas mais esclarecidas.

Isso faz com que minha ideia de dar opinião de forma iconoclasta, livre, sem peias, sem medo, falando coisas que podem parecer engraçadas ou espirituosas, tenha mudado com o tempo. Vejo, ao invés disso, que as pessoas querem mesmo ouvir opiniões ponderadas, sustentadas em fatos, e que mesmo crianças se rendem diante de pessoas desse tipo.

Os brasileiros e brasileiras, de forma geral, gostam mesmo é de ouvir gente que faz valer suas opiniões com fatos, que não se esconde diante de desculpas, gente pela qual eles possam sentir admiração e não necessariamente rir com eles. Gente que faça o tempo em que as ouvimos valer a pena.


Contreraman

Antes: E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem. Depois: Vale o que tem amor..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/sociedade// @obvious //Contreraman
Site Meter