o olhar amor na arte após o fim da arte e da filosofia

Veja ao seu redor - a saída existe e está em tudo e em todos nós

Contreraman

Antes:
E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem.

Depois:
Vale o que tem amor.

O bom e o mau gosto ao alcance de todos

Porque hoje temos total liberdade de escolha.


Wagner_A-Good-Taste.jpgHoje, pode-se dizer que qualquer pessoa tem toda liberdade para escolher se tem bom ou mau gosto. A miríade de recursos que temos disponíveis nas redes sociais não me deixa mentir.

Isso porque hoje não precisamos ir até a Itália para descobrirmos e conferirmos a beleza de pinturas que mudaram o mundo há quase 600 anos. Hoje podemos ver essas pinturas em micros, notebooks, tablets e celulares a um clique de um dedo.

Mas tem mais. Não precisamos sequer comprar livros (após folheá-los) para que por meio deles possamos conferir o valor inestimável daquelas obras. Temos artigos sem conta na internet. E mais, temos vídeos - traduzidos - que nos mostram em detalhe os detalhes de todas aquelas obras - e muitas mais.

Claro que nas redes temos também muita coisa de mau gosto. Vídeos que invadem nossas telas, que capturam nossa atenção, que monopolizam nossa mente. Materiais sem conta, que pululam como vermes, e que insistem em tentar nos seduzir.

Porque hoje temos total liberdade de escolher. Queremos ter bom ou mau gosto? Queremos ver coisas belas ou feias? Queremos rir de bobagens ou nos espantarmos com belezas até então desconhecidas em telas, esculturas ou outro tipo de imagem?

Para escolhermos ter bom gosto, é preciso decidir-se a não perder tempo com bobagens. A jogar fora todo o lixo que aparece e que quer nos transportar rumo a um ser humano pior do que somos. E para isso temos que ter coragem - e decisão.

Não é fácil ficar alheio ao lixo que aparece. Assim como não é fácil deixar de prestar atenção na fala idiota de um comentarista ainda mais idiota. Assim como não é fácil não se deixar levar por conversas fúteis ou sobre assuntos que não valem a pena.

Para escolher o belo, o interessante ou aquilo que acrescenta é preciso coragem. A coragem necessária para aquele que decidiu ser melhor. E não pior.


Contreraman

Antes: E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem. Depois: Vale o que tem amor..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// //Contreraman
Site Meter