o olhar amor na arte após o fim da arte e da filosofia

Veja ao seu redor - a saída existe e está em tudo e em todos nós

Contreraman

Antes:
E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem.

Depois:
Vale o que tem amor.

Porque a gente ama quase sem perceber

Eu andava por horas e só sentia beleza ao meu lado - porque era para ela (que vem chegando).


355531284765740451_03f3b6ceec09.pngQuando a gente ama, meio que se submete a fazer umas coisas que jamais imaginaria. Mas não se arrepende. É um negócio meio estranho, realmente. Pois por mais otários que estejamos sendo na hora a gente não sente assim. É o amor.

Ocorre que a pessoa amada descobre o que fazemos e nos diz para não nos dedicarmos tanto. Porque se não ela se sente mal, acha que tá abusando e tudo o mais. Mas a gente fala para ela que tudo bem, que a gente é assim mesmo. Que não perca o sono com isso.

Ocorre que esse nosso amor descompromissado faz a pessoa amada mudar um pouco. Faz com que ela tenha mais confiança em nós. Faz com que fale mais baixo, com que nos entenda mais fácil. Em suma, a pessoa amada muda e se aproxima de nós. Assim como os lábios.

Porque a verdade é que o amor verdadeiro faz a outra pessoa se render. Ela vê (quando consegue ver) o que acontece e quase não acredita. Estranha, e começa a erodir em si os obstáculos. Nos vê melhor, nos enxerga melhor, passa a se interessar.

Porque o amor é algo inestimável e a que não dá para resistir. O amor mesmo nos deixa umas perguntas, e não conseguindo as respostas queremos mais. Pois sentimos que aquilo é algo que queremos, e que queremos de um jeito que não imaginávamos.

Tudo isso que eu narro está acontecendo com uma pessoa, aquela que eu amo. Uma pessoa a que me dedico pelo simples prazer de fazê-lo. Uma pessoa que prezo tanto que às vezes me emociono só de pensar. Fico repetindo comigo frases, embora ela já as tenha ouvido. E me emociono com o que acontece.

O tempo passa e não tenho pressa. Os nossos lábios se aproximam aos poucos, e eu mal acredito quando isso acontece. Eu a sinto se aproximar, também lentamente, e de um jeito que eu sempre quis. Podem acreditar, não estou imaginando. É algo que eu não acreditava que pudesse acontecer comigo.

Mas não forço o dia de amanhã. O futuro a Deus pertence e só me resta ser como sou, sem exigir nada em troca. Pois quase tudo que eu consegui na vida aconteceu assim. Veio e ficou, sem que eu exigisse de ninguém. Vai que ela chega uma noite e tudo enfim se resolve.

A questão é lutar e acreditar.


Contreraman

Antes: E as coisas que continuam já se foram. E as que se foram continuam para nunca terminarem. Até um fim que nunca vem. Depois: Vale o que tem amor..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Contreraman