o reverso do ser

reflexões sobre literatura e arte

Sara Timóteo

Sara Timóteo publicou Deixai-me cantar a floresta e Chama fria ou lucidez em 2011 pela Papiro Editora na sequência da atribuição, respetivamente, do 1.º e do 2.º lugar no 2.º Concurso de Poesia Aníbal Faustino em 2009.

Publicou em 2012 Refúgio Misterioso; em 2014 publicou Os Passos de Sólon (prémio Mensagem Notável atribuído pela Lua de Marfim Editora), Elixir Vitae e Os quatro ventos da alma (menção especial no Prémio Literário Glória Marreiros 2014), todos através da Lua de Marfim Editora.

Em 2015, publicou O Telejornal (peça de teatro infantil) através dos Cadernos de Santa Maria.

Em 2016, publicou O Corolário das Palavras (Rui M. Publishing, e-book) e o livro de poesia Refracções Zero. Tem dois livros de não-ficção e um livro de poesia bilingue publicados nos E.U.A..

  • 9.JPG
    Um olhar sobre a inclusão no âmbito da intervenção precoce

    A Educação de crianças muito novas requer uma relação muito próxima entre os pais e os profissionais – não só entre pais e docentes, mas também entre os pais e os médicos e entre os pais e os assistentes sociais, por exemplo.

    Muitas deficiências congénitas severas são descobertas depois dos primeiros dias ou meses de vida.

    A descoberta pode ser feita por médicos ou pelos próprios pais, que necessitarão do maior apoio possível e de bastante tempo para absorver a informação que lhes é dada e para colocar questões.

    A Educação dos alunos com NEE na Escola regular, mediante uma perspectiva inclusiva, não pode afectar apenas alguns docentes do estabelecimento de ensino, nem deve constituir-se objectivo de um grupo reduzido, especialmente no âmbito da Intervenção Precoce.

    Deve surgir, pelo contrário, como uma tarefa conjunta que se situe entre os objectivos centrais e prioritários dos actores sociais que nele intervêm.


    A resposta educativa às crianças entre os 0 e os 6 anos com NEE supõe uma reflexão constante e colectiva por parte dos docentes sobre como adaptar o currículo para que estas crianças possam, etapa a etapa, ter acesso à estrutura mais adequada de ensino/ aprendizagem.

  • Brasão por David Silva WindSidh Sara Timóteo.jpg
    Uma narrativa - uma professora aprende sempre

    Esta é uma avaliação de uma aula surpresa supervisionada por um professor da instituição onde nos encontramos a exercer a função de docentes.

  • DSC02123.JPG
    A subversão que a poesia promove

    Este artigo pretende explanar a principal diferença entre o argumento de República III 414bc e o argumento de República X 607e-608b.

  • DSC02131.JPG
    Há metafísica bastante em pensar em tudo

    A temática da dor de pensar em Alberto Caeiro pode ser submetida a escrutínio a partir dos textos éditos do heterónimo que estão disponíveis para consulta por parte de todos os interessados em www.arquivopessoa.net. Existem alguns textos críticos neste sítio que poderão ser úteis para complementar a análise que se pretende esboçar no presente artigo, tendo em consideração o relevo que esta temática assume nos estudos acerca da heteronímia pessoana.

  • Foto,jpg
    O estatuto profissional do arquivista em Portugal

    Pela sua natureza, o arquivo é uma organização que lida com a informação de um modo aberto ao exterior. Pensamos que as práticas e representações de liderança em relação com a cultura da instituição podem influenciar a representação do estatuto profissional do arquivista em Portugal.
    Esperamos que a leitura deste trabalho contribua para repensar o estatuto profissional do arquivista em Portugal à luz de uma interrogação concreta acerca do contributo das práticas e representações da liderança dos próprios arquivistas para a representação desse estatuto.

  • Quintinha0204201101.jpg
    A Revolução Francesa marca uma ruptura ou uma continuidade na história dos arquivos?

    Pode vislumbrar-se, a partir do paradoxo entre ruptura e continuidade apresentado ao longo deste artigo, uma questão importante para os arquivistas de hoje em dia: a distinção entre arquivos históricos e «outros» e, simultaneamente, a difícil separação entre os documentos históricos que fazem parte dos mundos contíguos do museu, da biblioteca ou do arquivo.

  • DSC02119.JPG
    Ucrânia: a crónica do medo

    Uma pequena reportagem desvenda as preocupações de alguns membros da comunidade ucraniana em Portugal e quase se converte numa crítica e crónica de costumes.

  • Brasão por David Silva WindSidh Sara Timóteo.jpg
    O livro manuscrito na cultura portuguesa: instituições, produção, acumulação, utilização, transmissão

    Este artigo centra-se na forma como o controlo de conteúdo do livro manuscrito possuía implicações directas na sua produção, acumulação, utilização e transmissão.

  • 9.JPG
    O foral de Teixedo: descrição e análise codicológica

    Este artigo apresenta o foral de Teixedo sob uma perspectiva codicológica.

  • DSC08949.JPG
    A estratégia de posteridade autoral de Fernando Pessoa

    Na leitura proposta por este artigo, considerou-se que Fernando Pessoa teria sido particularmente bem-sucedido no que se refere à permanência de uma ideia de génio (em complementaridade com a ideia de loucura) associada à posteridade da sua obra e que esse sucesso se deveria a uma boa estratégia de marketing.

  • DSC08739.JPG
    A lírica do inexaurível: a proposta poética de Miguel Afonso Andersen

    Um poeta que não é um «lírico» demonstra-nos de que modo a vivência do tempo presente - e não do tempo perdido - se converte na expressão mais pura da poesia e como esta expressão corresponde à manifestação mais bela de amor.

  • Foto,jpg
    A necessidade de técnicas de comunicação específicas para bibliotecas e centros de documentação

    A discussão da necessidade de técnicas de comunicação específicas para as bibliotecas e outros centros de informação ainda não se encontra consolidada em Portugal.
    O desenvolvimento de estratégias para promover uma comunicação adequada nas bibliotecas e centros de informação poderá contribuir, de forma significativa, para que estes atinjam uma maior eficiência e eficácia no seu desempenho.
    De facto, as estratégias de comunicação têm um papel fulcral em qualquer organização, mas as bibliotecas e centros de informação necessitam de desenvolver estratégias próprias devido ao maior grau de imprevisibilidade com que se deparam no exercício das suas funções.

  • DSCF5485.JPG
    Matizes

    Este artigo pretende retratar o espírito do tempo relativamente a uma certa literatura que poderá, ou não, ser apelidada com justeza de literatura gay.

  • ElixirVitae.jpg
    A CONSTRUÇÃO DO OLHAR SOBRE O OUTRO

    A descoberta da alteridade e o discurso sobre a necessidade de assimilação através da conversão religiosa como construção do olhar sobre o outro surgem como tema principal dos relatos do século XVI.

  • DSC02133.JPG
    A morte do autor: dois romances por Stephen King

    Como é que a morte do autor em dois romances de Stephen King pode constituir-se como forma de fazer crítica literária e, em simultâneo, de estabelecer um ponto filosófico sobre a natureza da realidade semelhante ao do pré-socrático Parménides de Eleia?